Nos primeiros anos de funcionamento do Pré-Universitário Popular Alternativa as aulas ocorreram em diversos lugares da cidade de Santa Maria e, por um curto período, até mesmo no município de São Pedro do Sul. O curso, portanto, funcionava de maneira itinerante, dependendo de instituições que cediam algumas de suas salas de aula para as atividades, tais como as escolas estaduais Olavo Bilac, Cilon Rosa, Augusto Ruschi, e Manoel Ribas. O curso também funcionou por um tempo no Serviço Social do Comércio (SESC).

Foi no ano de 2007 que o Alternativa teve definido um local fixo para funcionar, sendo este, o Prédio de Apoio da UFSM, localizado na Rua Floriano Peixoto, região central de Santa Maria, onde até hoje está instalado. Destacamos que naquele mesmo ano houve uma grande mobilização estudantil para que este prédio não fosse privatizado pelo governo federal. Depois de uma série de manifestações lideradas pelo DCE da UFSM o prédio não foi vendido, sendo esta mais uma conquista para os educadores e educandos do curso popular!

Reportagem Jornal2

Reportagem do Jornal A Razão, de 25 de maio de 2007. Acervo do Arquivo Histórico Municipal de Santa Maria.