Portal do Governo Brasileiro

O Curso de Fisioterapia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) recebeu nota 5, avaliação máxima no Conceito de Curso (CC), que se refere ao Relatório de Comissão de Avaliação do INEP/MEC. O Conceito de Curso é a nota final de qualidade dada pelo Ministério da Educação aos cursos de graduação das instituições de ensino superior no Brasil. Esse conceito final é feito a partir de uma avaliação presencial dos cursos pelos técnicos do MEC, através de uma avaliação in loco e pode confirmar ou modificar o Conceito Preliminar de Curso (CPC).

A avaliação foi realizada in loco pelo MEC entre os dias 26 e 29 de março. No primeiro dia, o curso é apresentado para os avaliadores e suas instalações de aulas teóricas e práticas são visitadas para verificar se são adequadas, além de campos de estágio, como o Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM) e o Hospital da Brigada Militar de Santa Maria (HBM/SM). Nesse dia, também são realizadas diversas reuniões separadamente com os acadêmicos, com os docentes e com o Núcleo Docente Estruturante (NDE). No segundo dia, é feito um trabalho interno de análise de documentos pela comissão de avaliadores. Por fim, são reunidos os gestores para passar o resultado da visita em termos qualitativos.

O conceito anterior do curso de Fisioterapia era 4, referente a uma visita que ocorreu em 2004. Entre os aspectos que contribuíram para aumentar o conceito estão algumas melhorias em infraestrutura, como a construção de um prédio e laboratórios novos, a qualificação e renovação do corpo docente e a reorganização curricular.

“O conceito 5 continua reafirmando o curso de Fisioterapia da UFSM como referência na formação de profissionais, por ser um dos pioneiros no Estado. Isso projeta tanto o curso, quanto a Universidade no cenário nacional, no reconhecimento do trabalho que vem sendo feito. Ele vem para respaldar nosso trabalho, mostrando que o caminho é esse, que a gente deve continuar lutando pelas melhorias, apesar das dificuldades em que vivemos. Mais do que representar um número, esse conceito representa um propulsor, um motivador na busca daqueles itens que tem que ser melhorados. É isso que nos move”, relata a coordenadora do curso de Fisioterapia, Hedionéia Maria Foletto Pivetta.

Além do Conceito de Curso (CC), o curso de Fisioterapia também é conceituado em outros dois indicadores de qualidade. O Enade é um indicador de qualidade que avalia o desempenho dos estudantes em relação aos conteúdos programáticos, habilidades e competências adquiridas em sua formação. O exame é obrigatório e a situação de regularidade do estudante no Exame deve constar em seu histórico escolar. O resultado é divulgado anualmente para os cursos que tiveram estudantes concluintes participando do exame. Atualmente, o curso de Fisioterapia tem conceito 5, nota que se refere à aplicação em 2013. O curso realizou Enade em 2016, entretanto o resultado será divulgado provavelmente no final de 2017 ou início de 2018.

Outra avaliação que os cursos passam se chama Conceito Preliminar de Curso (CPC), um indicador de qualidade que avalia os cursos superiores. Ele é calculado no ano seguinte ao da realização do Enade de cada área, com base na avaliação de desempenho de estudantes, corpo docente, infraestrutura, recursos didático-pedagógicos e demais insumos, conforme orientação técnica aprovada pela Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes). A última aplicação na Fisioterapia foi em 2013, quando o curso ficou com o conceito 4. Um novo CPC deve ser divulgado no final de 2017 ou no início de 2018, após a publicação da nota do Enade.

Texto: Nathalie Martins, acadêmica de Jornalismo da UFSM e bolsista da Agência de Notícias
Edição: João Ricardo Gazzaneo

FONTE: ufsm.br


egressos site 

 
 

 

 

/
LINKS INTERESSANTES

NUCLEO ACESSIBLIDADE

MEC

unnamed