JoanaGnther

Foto: Joana Ghunter

Inspirada na pintora, comunista e revolucionária Frida Kahlo, o espetáculo FeridaCalo, criado em 2014 pelo Laboratório Investigativo de Criações Contemporâneas em Dança (LICCDA), veio para “desestabilizar o palco tradicional”. Coordenado pelo Professor Doutor Odailso Berté, o laboratório faz pesquisas e experimentações artísticas referentes à vida e obras da artista mexicana.

 

 

Inicialmente, intervenções artísticas eram feitas. Em 2016, uma versão para teatro foi realizada e o FeridaCalo, em uma série de apresentações, teve espaço na Praça Saldanha Marinho, Royal Plaza Shopping, Escola Estadual de Ensino Médio Cilon Rosa, esplanada da Biblioteca Central da UFSM e no largo do Museu de Arte de Santa Maria (MASM).

 

MarcosMarin

Foto: Marcos Marin

 

Criado a partir da dança contemporânea, o resultado do cruzamento das artes, dança eteatro, estruturou uma dramaturgia ousada, metafórica e contemporânea. Com a intenção de promover um desconforto, positivo ou negativo, o Ferida Calo atua em cima de críticas aos padrões, estimular o questionamento, a reflexão. Busca ser mais do que um espetáculo que agrada, mas sim uma arte política.

 

A encenação resulta em diversas opiniões, desde pessoas que conhecem a arte e vida de Frida Kahlo, portanto sacam as referências, a pessoas que não entendem o que poderia ser associado. A intenção é justamente essa: não ser explícito. As reações, tanto negativas, quanto positivas, influenciam diretamente no processo de criação do Ferida Calo.

 

 

Nessa sexta-feira (23), um fragmento do espetáculo, vai compor as atrações do evento Multiversidade, realizado no Centro de Convenções da UFSM.  Após quase três anos de sua criação, o FeridaCalo vai subir aos palcos do Teatro Treze de Maio, dia primeiro de julho, a partir das 20h, e fazer uma encenação completa.    

 

 

FICHA TÉCNICA

Criação: LICCDA - Laboratório Investigativo de Criações Contemporâneas em Dança

Direção: Odailso Berté

Intérpretes-criadores:
Ana Caroline Maivald
Crystian Castro
Djenifer Nascimento
Estela Mesquita
Helder Machado
Júlia Urach
Juliane Costa
Naylana Ferreira
Samara Schmidt

Trilha sonora: vários artistas
*Sangue Latino. interpretação de Deborah Rosa

Iluminação: Geison Sommer

Projeto de figurino: João Dalla Rosa Junior

Execução do projeto de figurino: Cleuza Filipetto

Identidade visual: Odailso Berté e Wolney Fernandes



Os ingressos estão disponíveis no Theatro Treze de Maio e com os integrantes do grupo.

Ingresso:
R$15,00 meia entrada
R$25,00 antecipado
R$30,00 na hora