Portal do Governo Brasileiro

Engenharia de Telecomunicações

engenharia-de-telecomunicacoes

OBJETIVOS DO CURSO

O Curso de Engenharia de Telecomunicações visa a propiciar ao estudante a incorporação de um conjunto de experiências de aprendizado que possibilitem a formação de um profissional com perfil generalista, crítico e reflexivo, consciente do seu papel na sociedade e que seja capaz de contribuir para o processo de desenvolvimento local, regional e nacional na área de engenharia, tornando-se agente ativo no desenvolvimento social e tecnológico, dentro dos preceitos da ética profissional.

ÁREAS DE ATUAÇÃO

A atuação do engenheiro de telecomunicações é regulamentada pela Resolução nº 218 do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia - CONFEA e, a partir de agosto de 2005, pela Resolução nº 1010 do CONFEA. Nestas, são discriminadas as atividades das diferentes modalidades profissionais da Engenharia, Arquitetura e Agronomia. Em sua atuação, o profissional formado pelo Curso de Engenharia de Telecomunicações da UFSM estará habilitado à atuação na área de comunicações.

A formação profissional proposta pelo Curso de Engenharia de Telecomunicações da UFSM almeja que o estudante possa buscar de fato as competências, não apenas nas atividades previstas em lei, mas nas diversas outras áreas de atuação exercidas atualmente pelos engenheiros de telecomunicações, exercitando a prospecção de oportunidades no mercado de trabalho. O reconhecimento dessa realidade e sua consideração no contínuo planejamento do Curso são muito importes, pois a cada dia abrem-se novas oportunidades de atuação para o engenheiro. Esse nível de conscientização pode ser atingido através da prática do planejamento profissional desde os primórdios do Curso.

PERFIL DO EGRESSO

O Engenheiro de Telecomunicações, formado pela Universidade Federal de Santa Maria, deve ter na formação de seu perfil um sólido conhecimento científico associado ao desenvolvimento da criatividade e a capacidade de se adaptar a novos desafios tecnológicos. Tais desafios têm origem no projeto, análise, desenvolvimento ou implantação de serviços ou sistemas responsáveis pela geração, processamento, transmissão, recepção, apresentação, armazenamento e segurança da informação através de diferentes tipos de redes de comunicação globais.

OPORTUNIDADES

O mercado de trabalho está cheio de oportunidades. O Engenheiro de Telecomunicações pode atuar desde projetos de redes de comunicações (indoor ou outdoor), antenas e circuitos de RF ou fibra ótica até em projetos de circuitos embarcados em automóveis e aeronaves, ou seja, aplicando o conhecimento sobre a transmissão/recepção e tratamento da informação em aplicações industriais, na agricultura, área militar ou na prestação de serviços. No Brasil há várias empresas que atuam no setor de telecomunicações ou áreas afins, como por exemplo a IBM, Nokia, Ericsson, CEITEC, Embraer, Operadoras telefônicas (VIVO, Claro, Oi, Tim, etc), Embratel, Digitro, HP, TSM antenas, Intelbrás, NEC Brasil, Petrobrás, entre outras. No exterior também há diversas empresas e excelentes oportunidades de empregos para profissionais na área de Telecomunicações.

 

  • Coordenador do curso: Prof. Renato Machado
  • Número de vagas: 50 vagas
  • Duração do curso: 10 semestres
  • Turno: Diurno
  • Contato: +55 55 3220 8957 
  • Localização: Prédio Principal (07), Sala 216
  • Email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Site: ufsm.br/telecom