Portal do Governo Brasileiro

Professor do CT apresenta trabalho na Indonésia

elvis indonesia

Entre os dias 23 e 25 de outubro, o professor do Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental, Elvis Carissimi, esteve na Indonésia apresentando um trabalho de pesquisa sobre o aproveitamento dos íons Al (presentes no lodo de estações de tratamento de água) e íons Fe (presentes na drenagem ácida de minas) para a produção de novos coagulantes.

A experiência foi possível graças ao projeto Exceed-Swindon, que busca promover a cooperação internacional através da capacitação, da transferência de conhecimentos e do desenvolvimento de propostas fundamentais para o gerenciamento sustentável da água. Os campos gerais de pesquisa incluem Engenharia Sanitária, Hidrologia, Engenharia Hidráulica e Gerenciamento de Resíduos.

O Workshop em que o professor Elvis apresentou seu trabalho teve como temática o potencial de aproveitamento de rejeitos de indústrias extrativas. Estiveram presentes aproximadamente 100 pesquisadores de Países em Desenvolvimento e da Alemanha. Segundo ele, “ambos resíduos (íons Al e Fe) são subprodutos da Estação de Tratamento de Água e da Indústria de Mineração de Carvão e constituem um grande problema nestes dois setores. Este trabalho está sendo desenvolvido em uma parceria entre a UFSM e a IMED (Passo Fundo) com o Prof. Dr. Rodrigo de Almeida Silva”.

O professor Elvis também comentou sobre a visibilidade da UFSM entre os pesquisadores presentes no evento: “Como a universidade é parceira full member do Projeto Exceed-Swindon, vários participantes já conhecem a instituição. Muitos deles gostariam de vir para cá para conhecê-la, e por isso já estamos avaliando a possibilidade de realizar um evento deste porte por aqui no próximo ano”. Ele ainda falou sobre o orgulho de representar a UFSM internacionalmente e a importância dessa experiência:

“Eu me sinto muito honrado. A internacionalização é muito importante dentro do âmbito universitário, é a forma que temos de conhecer o mundo e seus problemas e pensarmos localmente em soluções globais, através de nosso conhecimento e dessa interação. O contato com outras culturas é muito enriquecedor e abre nossa mentalidade e a UFSM tem trabalhado muito neste sentido. Muitos alunos puderam ser agraciados com o Ciências sem Fronteiras e realizaram parte de sua graduação no exterior, e estes trouxeram experiências bastante positivas. Nós devemos continuar esse trabalho e oportunizar essa vivência para todos nossos alunos, seja através da ida deles para outros países ou através da vinda de pesquisadores estrangeiros para nossa instituição”

Além disso, o professor Elvis ressaltou as oportunidades que o projeto Exceed-Swindon oferece: “Os alunos ou docentes da UFSM podem participar de Workshops ou Cursos de Verão, por exemplo, que são eventualmente ofertados. Há também a possibilidade de estágio durante o mestrado (3 meses) ou doutorado (6 meses) em uma das universidades parceiras do projeto. Vale ressaltar que, caso a solicitação de participação seja aprovada, todas as despesas com passagens aéreas, estadia, transporte interno e alimentação são subsidiadas pelo DAAD. Entretanto, é fundamental falar inglês fluentemente”.

Se você tiver interesse em uma das oportunidades da Exceed-Swindon, acesse o site da organização ou contate o professor Elvis pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Texto por Lucas Gutierres, acadêmico de Jornalismo. - Núcleo de Divulgação Institucional do CT/UFSM.