Portal do Governo Brasileiro

 

O prazo para preenchimento do Questionário do Estudante do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) foi prorrogado até 30 de novembro. As provas serão realizadas neste domingo (20), a partir das 13h. Os inscritos que já preencheram o formulário on-line e acessaram o local de prova precisam também fazer nova consulta. Alguns locais precisaram ser substituídos em função de ocupações em instituições de ensino superior. Essas instituições e os estudantes afetados estão sendo comunicados oficialmente via e-mail pelo Instituto de Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

A consulta pode ser feita no endereço enadeies.inep.gov.br/enadeIes/consultarLocalProva ou no próprio Sistema Enade. O acesso à tela que permite visualizar o Cartão de Informação do Estudante é permanente após o preenchimento do questionário. No entanto, o Inep recomenda que o cartão seja impresso e levado no dia do exame, facilitando o acesso ao local de prova.

Questionário do Estudante – O preenchimento do Questionário do Estudante deve ser feito exclusivamente pelo Sistema Enade. O preenchimento é obrigatório para os estudantes regulares concluintes inscritos no Enade 2016. Caso o estudante não preencha o instrumento, será considerado irregular e, portanto, não poderá colar grau.

Nesta edição do Enade estão inscritos 216.044 concluintes dos cursos de graduação nas áreas de conhecimento de Agronomia, Biomedicina, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Serviço Social e Zootecnia. Também serão avaliados os concluintes de cursos tecnólogos nas áreas de Agronegócio, Estética e Cosmética, Gestão Ambiental, Gestão Hospitalar e Radiologia. As áreas de avaliação são definidas de acordo com o ciclo trienal do Enade.

Em caso de dúvidas, os inscritos podem entrar em contato com a Central de Atendimento (0800 616161) ou pelo Fale Conosco (portal.inep.gov.br/faleconosco). Haverá uma equipe de plantão no domingo.

Com informações da Assessoria de Comunicação Social do Inep