Realizado por:ff
 

Minicursos

Atenção, o número de vaga para cada minicurso é limitado. Pedimos que cliquem aqui e informem quais minicursos terão interesse em participar

MINICURSO 1 (Laboratório 304 - CTISM)

Firewal com Iptbles/Netfilter e Fail2ban

Palestrantes: Felipe Duarte (CPD-UFSM), Luciano S. da Silva (CPD-UFSM)

Resumo: Neste curso será visto a operacionalização de um firewall utilizando Iptables/Netfilter, Fail2ban e outras ferramentas auxiliares utilizando-se de virtualização, emulação e outros recursos. Será utilizado o programa Iptables/NetFilter para manipulação das regras de policiamento e o programa Fail2ban para criação automática de regras baseadas em log. Outras ferramentas serão utilizadas para testar e visualizar as regras geradas.

MINICURSO 2 (Laboratório 306 - CTISM)

Implantação de Ambiente de Nuvem e Funcionalidades para Alta Disponibilidade Usando CloudStack

Palestrantes: Adriano Vogel (PUC-RS), Dalvan Griebler (PUC-RS), Raul Leiria (PUC-RS), Claudio Schepke (UNIPAMPA)

Resumo: A computação em nuvem surgiu a partir do uso combinado de diferentes abordagens (virtualização, clusters computacionais, grids, redes de com- putadores). Atualmente, ela está normatizada pela ISO e NIST, onde sua arquitetura base é composta pelos modelos de implantação (público, privado, híbrido e comunitário) e modelos de serviço (IaaS - Infrastructure as a Service, PaaS - Platform as a Service e SaaS - Software as a Service). As principais características da computação em nuvem é a alocação de recursos sob demanda e o pagamento apenas dos recursos que o usuário utilizou. Além de ser um modelo de negócio interessante para empresas, a computação em nuvem tem sido uma alternativa simples e econômica para a maior parte dos datacenters privados. Junto a isso, emergiram algumas ferramentas que permitem o gerenciamento desta infraestrutura (e.g., OpenStack, CloudStack e OpenNebula). Um aspecto importante em ambientes de nuvem é a alta disponibilidade de aplicações executadas na infraestrutura. Diversas aplicações não podem sofrer com interrupções ou falhas enquanto executadas. Por isso, técnicas de redundância e tolerância a falhas são implantadas no nível da infraestrutura e nas aplicações. Nas infraestruturas de nuvem, existe uma crescente demanda para manter online servidores e máquinas virtuais, porém, nas ferramentas open source de IaaS é notável os desafios para alta disponibilidade dos ambientes. Neste minicurso, o objetivo é introduzir o tema computação em nuvem no modelo IaaS usando a ferramenta de gerenciamento de código aberto Cloud-Stack. O minicurso tem enfoque prático, ao implantar uma nuvem privada usando CloudStack e evidenciar as funcionalidades presentes na ferramenta para alta disponibilidade em ambientes de nuvem. Espera-se que ao final do curso, o participante consiga implantar um ambiente de nuvem usando a ferramenta e tenha conhecimento sobre a importância, funcionalidades e desafios para alta disponibilidade em ambientes de produção.

MINICURSO 3 (Laboratório 304 - CTISM)

Utilizando o Testbed FIBRE para experimentação SDN em Salas de Aula

Palestrantes: Leandro Ciuffo (RNP), Tiago Salmito (RNP), Jose F. Rezende (RNP), Gustavo N. Dias (RNP)

Resumo: O testbed FIBRE (Future Internet Brazilian environment for Experimentation) é uma infraestrutura para realização de pesquisas experimentais em redes de computadores, aberta para a utilização por estudantes, professores e pesquisadores que desejam testar novas arquiteturas, protocolos e aplicações em condições próximas ao mundo real, que pode agregar os resultados obtidos em ambientes simulados, comumente usados para esse fim. O ambiente do testbed conta com diversas instituições participantes em forma de federação que oferecem recursos variados a disposição dos experimentadores, como, por exemplo, recursos para experimentação com redes wi-fi, servidores de virtualização, switches programáveis e redes de sensores. Além disso, o testbed provê completo suporte para a gerência do ciclo de vida de um experimento, como a reserva e instanciação de recursos, inicialização e finalização de experimentos e suporte técnico. O objetivo do curso é promover a disseminação do testbed FIBRE entre a comunidade de professores e pesquisadores de redes de computadores e capacitá-los para utilização do ambiente de forma a poderem oferece-lo em atividades de sala de aulas e em pesquisas de graduação, mestrado e doutorado. Esta edição do curso será realizada em parceria com a plataforma de SDN Kytos. Atividades práticas executarão experimentos usando a plataforma Kytos na infraestrutura do testbed FIBRE.

MINICURSO 4 (Laboratório 306 - CTISM)

Instalação e gerenciamento de uma nuvem privada na plataforma OpenStack

Palestrantes: Raul D. Leiria (PUC-RS), Gabriel F. Susin (PUC-RS), Rodrigo A. de Muniagurria (PUC-RS), João Vitor S. Brasil (PUC-RS), Tiago C. Ferreto (PUC-RS)

Resumo: A computação em nuvem disponibiliza recursos e sistemas para os usuários através da Internet e sob demanda. Seus modelos de serviço possibilitam diferentes níveis de interação com os recursos locados, bastando ao usuário escolher o que mais se adequa às necessidades de suas aplicações. Dos modelos de serviço, o modelo Infraestrutura como Serviço (IaaS) é o que traz maior número de possibilidades para implantações e o que garante maior controle acerca da infraestrutura, uma vez que é possível alocar instaˆncias de máquinas (computadores) virtuais e gerenciar por completo seus ciclos de vida. Além disso, o usuário pode optar por uma nuvem pública onde são utilizados data centers de provedores terceirizados, ou optar por uma nuvem privada onde seu próprio data center hospeda a nuvem computacional. é bastante comum empresas que tenham como prioridade a segurança de seus dados e a baixa latência no acesso aos seus sistemas Web utilizarem nuvens privadas. A academia nos últimos anos passou a adotar o modelo de nuvem privada para orquestrar sistemas de computação de alto desempenho, de modo que experimentos que requerem grande poder computacional possam ser executados com baixa latência e que o tunning possa ser realizado em diferentes níveis. Apesar da ampla adoção dos modelos IaaS e nuvem privada pela indústria e academia, o sistema de camadas da computação em nuvem torna complexa sua instalação e gerenciamento, uma vez que camadas de hardware, rede, sistema operacional hospedeiro e hypervisor precisam de alguma maneira serem manipuladas. O objetivo deste minicurso é introduzir a plataforma OpenStack para a implantação e o gerenciamento de nuvens computacionais IaaS privadas. O minicurso será ministrado de forma prática (hands-on) de modo que os participantes possam reproduzir em máquinas virtuais uma instalação completa e distribúıda da OpenStack. Espera-se ao final do minicurso que os participantes tenham compreendido conceitos gerais sobre computação em nuvem, seus modelos e como instalar e gerenciar uma nuvem privada IaaS na OpenStack.

MINICURSO 5 (Laboratório 305 - CTISM)

Ameaças de Segurança e Defesas em Redes Definidas por Softwares

Palestrantes: Nelson G. Prates Jr (UFSM-FW), Cristiano Bertolini (UFSM-FW), Michele Nogueira (UFPR), Ricardo T. Macedo (UFSM-FW)

Resumo: As Redes Definidas por Software (do inglês, Software-Defined Network - SDN) desacoplam o plano de dados do plano de controle facili- tando o gerenciamento das redes de computadores. No entanto, estas redes são suscetíveis a ameaças contra a autenticidade, confidencialidade, integridade e disponibilidade dos dados e/ou serviços da rede. Este minicurso apresenta as principais ameaças e defesas em redes SDN. A metodologia adotada compreende em uma perspectiva teórico/prática. A parte teórica introduz os principais conceitos, ameaças e contramedidas das redes SDN. A parte prática aborda um estudo de caso de ataques de negação de serviço, envolvendo a simulação e a análise do comportamento da rede. Através deste curso os alunos irão identificar os principais desafios de pesquisa em aberto relacionados com a segurança das redes SDN.

Realizado por Apoio Patrocínio
Organização