Portal do Governo Brasileiro

Agropecuária Dois Irmãos investe em tecnologia nacional para monitoramento do conforto animal no gado leiteiro

Notícia publicada no site antigo em 29/05/2014.

Falar sobre a preocupação com conforto e bem-estar de animais de produção era um assunto que gerava risadas e desdém no meio rural. Acreditava-se que tudo que um bovino leiteiro precisava para ser lucrativo era boa sanidade e nutrição.
A produção pecuária com animais “felizes” será, cada vez mais, uma demanda do mercado consumidor que se preocupa com a qualidade e origem do produto animal e respectivos derivados. Assim como os humanos, as vacas também dão sinais de insatisfação e mal-estar. Cabe ao criador a capacidade de perceber esses “sintomas” e trabalhar em prol do bem-estar animal.
Preocupados com a manutenção da qualidade de seu plantel, a Agropecuária Dois Irmãos, administrada pelos pecuaristas Cláudio e Semildo Schienfeinbein vem investindo em tecnologia para monitoramento do conforto e bem-estar das vacas leiteiras. A propriedade com aproximadamente 200 hectares localizada no município de Fortaleza dos Valos/RS é referência em produtividade e genética da raça Holandesa, tendo conquistado mais de 500 troféus, incluindo o prêmio máximo da raça no Estado, o da Campeã Suprema Exceleite em 2013, com a vaca C.A.B.L.I.S 617 KEITY BAXTER-EX90.
Os animais da propriedade estão utilizando a "C-Tech", uma coleira inteligente, desenvolvida com tecnologia nacional pela Chip Inside Tecnologia. Quando colocada no animal, a coleira passa a medir parâmetros comportamentais, como: ruminação, atividade e ócio. A partir desses dados e com o auxílio do software "C-Manager", responsável pelo monitoramento e gerenciamento do rebanho, é possível estabelecer uma comunicação direta com o animal, compreendendo as suas exigências e identificando alterações no comportamento, que irão indicar as reais condições de conforto e bem-estar animal.
Com a C-Tech também é possível identificar a ocorrência do cio com precisão, sendo possível definir o momento inicial de sua ocorrência, o que tem impacto direto na eficiência da inseminação artificial e na redução do intervalo entre partos.
Com o investimento, a propriedade espera melhorar ainda mais a qualidade do manejo de seus animais através do tratamento individualizado, melhorando o conforto de seus animais, tornando a propriedade ainda mais competitiva no cenário leiteiro.