English Online 3D: gamificação no ensino de língua Inglesa na modalidade a distância

Na atual geração da Internet a aprendizagem de Línguas Estrangeiras/Adicionais (LE/A) pode ser construída de formas diversas, tanto por meio da interação com outros, quanto por meio da produção colaborativa de conteúdos online. Nesse cenário, os avanços tecnológicos, os quais facilitam o compartilhamento e o gerenciamento de informações/conteúdos na Internet se tornam atividades muito mais dinâmicas, pois o aluno passa a ver a Internet não apenas como uma rede de conexões para usufruir de informações, mas também como um contexto de produção de conhecimentos de modo mais interativo e colaborativo.

Diante desse panorama, o processo de elaboração de Material Didático Digital (MDD) para o ensino de LE/A, especialmente para a modalidade a distância, desafia professores e educadores sobre como produzir conteúdos e cursos que contemplem práticas inovadoras de ensino da linguagem, principalmente explorando as particularidades do contexto digital. Tendo em vista elaborar propostas didático‑pedagógicas dentro de uma perspectiva de ensino de linguagem como prática social, faz-se necessário a produção de MDD adequados a esses novos contextos de interação.

 

Produção de Jogos Digitais Educacionais para o ensino de línguas na universidade

Este projeto guarda-chuva investiga o desenvolvimento de jogos digitais educacionais interdisciplinares e críticos em 3D para o ensino de língua inglesa. Para isso, partimos de experiência prévia vivenciada durante o projeto do Jogo I-AI3 (registro GAP/CAL 033301), realizado entre os anos de 2012-2014, por meio do qual buscamos desenvolver o ambiente de um jogo interativo e interdisciplinar, em parceria com o Labinter, explorando inicialmente mundos virtuais e outras ferramentas para promover o ensino de língua inglesa e educação ambiental. No atual projeto, buscamos dar continuidade ao projeto anterior de produção de (mini)jogos em inglês de modo interdisciplinar, para isso envolvemos novamente diferentes públicos e participantes, tais como os alunos dos cursos de graduação em Letras, Ciência da computação, Artes visuais e Desenho Industrial, para a produção dos jogos(ou minijogos).

A Produção de jogos digitais e/ou mundos virtuais no ensino de Línguas Estrangeiras (LE) é foco de investigação por pesquisadores de diferentes áreas de conhecimento (PRENSKY, 2001; GEE, 2005; MCGONIGAL, 2012; PERERA et al., 2010; VAN ECK, 2006; ULICSAK, M.; WRIGHT, 2010), especialmente no cenário internacional. Por outro lado, essa prática ainda carece de mais estudos no contexto brasileiro, haja vista a necessidade de entender algumas particularidades do uso desses recursos nas aulas de línguas, principalmente, quando a aprendizagem de se realiza por meio de jogos digitais (REIS; BILIAO, 2014; REIS; GOMES, 2015).

 

Curso de Extensão ­ Formação de tutores a distância de língua Inglesa

A proposta do Curso de Extensão ‑ Formação de tutores a distância de língua Inglesa (​e‐Tutoring) é uma atividade de extensão a ser promovida pelo Projeto Laboratório de Ensino e Aprendizagem de Línguas a Distância, em parceria com o Laboratório de Línguas da UFSM e o GrPesq “Núcleo de Ensino e Aprendizagem de Línguas a Distância” (NuPEAD), sob a coordenação da Professora Susana Cristina dos Reis. Com isso, preocupa‐se com o desenvolvimento da fluência e letramento digital dos participantes, bem como a prática de multiletramentos e habilidades linguísticas necessárias para o desempenho da função em cursos a distância.

O e‐Tutoring tem o caráter híbrido, sendo ofertado na modalidade semipresencial, mesclando atividades a distância com encontros presenciais, sendo realizado nas quartas‑feiras à noite, explorando, por meio desta proposta, o modelo pedagógico “sala de aula invertida”, uma abordagem em foco atualmente em diversas universidades no Brasil e no Exterior.