Dia tranquilo e de novidades

Diário de Santa Maria, 07/12/2013, Geral, Pág. 14

No que depender da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), 2014 novamente será um ano com ainda mais mudanças. O primeiro dos três dias de provas do vestibular da Federal, que oferece 4.576 vagas em 103 cursos, ocorreu na sexta-feira e já chegou com novidades para o ano que se aproxima: definição das datas do próximo concurso, abertura de novas graduações e extensão para Cachoeira do Sul. O processo seletivo segue neste fim de semana, com provas do PS2, do PS3 e de redação (confira na página ao lado).

O segundo ano de vestibular em dias e horários diferentes foi, de novo, considerado tranquilo para estudantes, acompanhantes e organizadores do concurso. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o pico de congestionamento na BR-287 (Faixa Nova de Camobi), que ficou em sentido único do meio-dia às 14h de sexta-feira, foi registrado às 12h30min, uma hora antes do indicado para os vestibulandos estarem em sala de aula.

Quanto às provas, candidatos ouvidos pelo Diário não acharam difíceis as questões do primeiro dia. Também foram unânimes em reclamar da necessidade de interpretação.

– Estava como o Enem, e isso cansa o aluno porque exige bem mais – diz Paula Pujol Garcia, 17 anos, que é de Rosário do Sul e tenta vaga para Medicina.

No Processo Único, o índice de abstenção ficou em 21,06%, e no Seriado, 10% dos estudantes não compareceram.

Houve, como em todos os anos, alunos que chegaram atrasados ou sem documento de identidade e não entraram. Mas também houve um caso de um estudante que entrou com dois telefones celulares. Um dos aparelhos, ele entregou ao fiscal. O outro, ele guardou no bolso. Mas o aparelho escondido tocou durante a prova, e o estudante foi eliminado da disputa.

Previsão é de 340 novas vagas para o ano que vem

Ainda na manhã de sexta-feira, em reunião, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) da UFSM, aprovou a data do vestibular 2014: 12, 13 e 14 de dezembro (de novo uma sexta-feira, um sábado e um domingo). Após a vitória de Paulo Burmann para reitor pelos próximos quatro anos, havia rumores de que o processo seletivo voltasse a ocorrer em janeiro, o que não foi confirmado.

– Não houve nenhum tipo de questionamento ou mesmo de discussão. As datas foram aprovadas por todos – afirma o atual reitor, Felipe Müller.

O Diário tentou falar com Burmann, mas ele não atendeu o telefone.

No próximo dia 12, também durante reunião do Cepe, será votada a abertura de cinco cursos em Cachoeira do Sul. Conforme Müller, são eles: Engenharia Mecânica, Engenharia Química, Engenharia Ambiental, Engenharia Lojística e de Transporte e Arquitetura e Urbanismo, que devem passar a ser ofertados no novo campus. A previsão é que cada um ofereça 50 vagas, totalizando 250 novas oportunidades já em 2014. Contudo, cabe à nova gestão definir a melhor forma de ofertar essas vagas – se no meio do ano ou no vestibular normal de dezembro.

Segundo o reitor, Cachoeira do Sul foi escolhida para ser sede de uma expansão da UFSM devido à proximidade com Porto Alegre, além de fazer parte da estratégia do fundador da instituição de ensino, Mariano da Rocha, de expandir o ensino. Além disso, dois novos cursos serão abertos. Leia mais na coluna X da Questão, na página ao lado.

Deixe uma resposta