Quanto custa estudar na UFSM?

Diário de Santa Maria, 07/12/12013, Geral, Pág. 16

DEPOIS DO LISTÃO ‘Diário’ estimou os gastos dos universitários de diferentes perfis. Veja, em média, quanto será preciso desembolsar para se manter em Santa Maria 

As lições que estudar na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) ensina vão além dos conteúdos dos cursos de graduação. Passar no vestibular significa, para muita gente, sair da casa dos pais e ir morar em outra cidade, seja sozinho, com colegas ou amigos. Por isso, entre provas e trabalhos, somam-se às preocupações dos estudantes o controle das economias. Cuidar de gastos com alimentação, moradia, cópias de textos, livros, entre outros, é mais uma novidade para os “bixos”.

Para ajudar os estudantes (e seus pais) que estão fazendo vestibular neste fim de semana a planejar como serão os próximos anos do ponto de vista financeiro, o Diário estimou quanto gastam, em média, os universitários de diferentes perfis. Na página ao lado, veja uma planilha e preencha as lacunas, calculando, no final, quanto você (ou seu filho) deverá reservar no orçamento durante a faculdade.

Anderson Lutzer, 22 anos, está aprendendo na prática como o planejamento é essencial para não ficar sem dinheiro ou levar a família à falência. Desde que se mudou de Ijuí, onde morava com os pais, para Santa Maria, onde divide apartamento com uma amiga, ele criou uma tabela no computador em que acompanha os gastos, mesmo os mais insignificantes:

– No começo do ano, quando chegava o fim do mês, faltava muito dinheiro para completar meus gastos, e eu sempre tinha de pedir para os meus pais. Mas agora, aos poucos, tem faltado cada vez menos. Na planilha, eu registro quanto vai entrar da minha bolsa, os valores das contas, conforme vão chegando, e até os menores gastos. Se eu vou na farmácia comprar um comprimido, anoto lá: R$ 1,50.

Aos poucos, Lutzer foi aprendendo como encontrar as alternativas mais em conta. Procurar promoções e descontos para estudantes e optar sempre pela alternativa mais barata tem ajudado o aluno de Ciências Sociais a manter a conta no azul, ao menos durante um período do mês:

– Aos poucos, a gente vai criando essa noção, aprende a ir ao mercado em dia de promoção, começa a tomar banho mais rápido e entende que o dia de ir ao cinema é a quarta-feira, em que é mais barato. Assim, tem sobrado da bolsa que eu ganho para sair de vez em quando.

Estudo da Unifra revela custo de vida

Pesquisadores do curso de Ciências Econômicas do Centro Universitário Franciscano (Unifra) fizeram um levantamento para apurar quanto um estudante que vem de fora gasta na cidade. Considerando quem aluga um quarto em pensão, come em restaurantes por quilo ou prato feito (PF) e, à noite, faz um lanche em casa, o custo para se manter chega a R$ 808 mensais, sem contar gastos com lazer ou com os materiais para a faculdade. Já os estudantes da UFSM têm à disposição o restaurante universitário (RU), além de outros benefícios (leia mais abaixo), que barateiam a conta.

Alunos que responderam perguntas feitas pelo Diário no Facebook apontaram os gastos com xerox como sendo os mais altos, para quem não gasta com moradia. Materiais exigidos em cursos como Odontologia, para as aulas práticas e trabalhos, podem ter um custo salgado. Por outro lado, a UFSM também oferece oportunidades como bolsas de pesquisa e também de estágio dentro da própria instituição.

Deixe uma resposta