Agora, a disputa ficou menor

Diário de Santa Maria, 13/12/2013, Geral, p. 8

Ponto de corte divulgado ontem determina quem terá redações do vestibular corrigidas

A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) divulgou ontem o ponto de corte do Vestibular 2013. A lista aponta o número mínimo de acertos necessários para que o candidato tenha a redação corrigida. O ponto de corte consiste na seleção de até três vezes mais candidatos em relação ao número de vagas de cada curso de graduação, pela ordem decrescente dos escores (número de acertos) obtidos nas provas, de acordo com as cotas e o sistema universal. O processo seletivo ocorreu nos dias 6, 7 e 8 de dezembro. Os cursos mais procurados foram Medicina, Arquitetura e Urbanismo, Psicologia e Direito.

Analisando os números deste ano e os de 2012, fica evidente a queda no ponto de corte em 2013, principalmente nos cursos mais concorridos. Para se ter uma ideia, em Medicina, no Sistema Universal, no ano passado, os estudantes tinham de fazer, no mínimo, 115 pontos. Neste ano, o corte ficou em 112. Psicologia baixou de 79 para 76 acertos, no mesmo sistema, e Odonto de 81 para 71.

O presidente da Comissão Permanente do Vestibular (Coperves), Celso Arami Marques da Silva, disse não saber avaliar os motivos dessa queda. Inclusive, ficou surpreso, porque em geral, professores de cursinhos pré vestibulares e vestibulandos consideraram a prova fácil.

Já o listão, agora, depende da divulgação da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pelo Ministério da Educação (MEC). A UFSM adotou no processo seletivo o percentual de 20% da nota do Exame, realizado em outubro em todo o país. Quem não realizou as provas do Enem contará apenas com a nota do vestibular.

– Se a nota do Enem for liberada até o dia 27 de dezembro, o listão dos aprovados deve ser publicado até o dia 31. Porém, se a Universidade não tiver acesso às notas até o dia 27, deve excluir o Enem do processo seletivo e então o listão pode sair até o dia 30 – explicou o presidente da Coperves.

Confira os pontos de corte para cada curso da UFSM.

Deixe uma resposta