Totem não quer perder a UFSM

Jornal do Povo, 06/03/2014, Cidade, Pág. 5

Diretor garante instalações pedidas

O Grupo Totem Educacional, que mantém mais de 400 estudantes da pré-escola ao ensino médio na cidade, não quer perder a chance de receber em suas instalações a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Para se credenciar a sede provisória da instituição federal, a direção do Totem aposta nas negociações com a Prefeitura, que deve bater o martelo em relação ao assunto.

O diretor do Totem, João Netto, destacou que o prédio do Colégio Imaculada Conceição possui 55 salas distribuídas em três blocos. A UFSM necessita de 17 para dar início ao ano letivo de 2014 no próximo mês de agosto. Se fechar o acordo, a universidade ocupará o prédio que fica na Rua Virgílio de Abreu, detalhou o diretor.

VALOR – Netto disse que a proposta formal de cedência das instalações à universidade será encaminhada nesta sexta-feira à Prefeitura e deverá ser analisada pela Procuradoria Jurídica do Município. Ele acredita que na semana que vem o acordo seja fechado. “Se depender de nós, está tudo certo”, frisou.

O valor do aluguel do prédio, que será pago pela Prefeitura, ainda será definido, pois falta acertar detalhes sobre qual das partes ficará encarregada de pagar as taxas, como água e luz, observou João Netto: “Isso precisa ser levado em conta antes da gente fechar os valores”. A diretora do Totem de Cachoeira do Sul, Silandra Badch, disse nesta quarta-feira que não há problema da universidade ocupar as instalações do Totem. “Há espaço para a escola e para a universidade sem que uma prejudique o andamento da outra”, salientou Silandra.


>> Atenção

Na primeira etapa de instalação do campus federal de Cachoeira do Sul serão oferecidos cinco cursos superiores. A Prefeitura precisa entregar a estrutura provisória à UFSM até o próximo dia 1º de junho. Além disso, o Município procura instalações para receber os alunos que vierem de fora até que a casa do estudante esteja construída.


“Proposta está sob análise”

A secretária de Governo e Administração, Cristina Mór, declarou nesta quarta-feira que a proposta do Totem será avaliada pelo procurador do Município, Leonel Slomp, antes de passar pelo crivo do prefeito Neiron Viegas. O valor mensal do aluguel do prédio do Imaculada Conceição poderá chegar a R$ 20 mil.

A secretária Cristina Mór evitou tocar no assunto, lembrando a importância do investimento do governo federal em Cachoeira do Sul. Somente na primeira fase, o custo para construção do campus federal será de R$ 23 milhões. O projeto arquitetônico está sendo elaborado por técnicos da própria UFSM, que pretende dar início às obras na área do Passo d’Areia ainda neste semestre.

Deixe uma resposta