Reitor prevê antecipação da fase 2 da UFSM/Cachoeira

Jornal do Povo, 18/04/2014, Edição Online

Em vez de cinco anos, ele estima novos cursos para no máximo quatro anos após o início das atividades

Palestra de Burmann: boas notícias para a cidade Palestra de Burmann: boas notícias para a cidade

Palestrante da edição de abril da reunião almoço Cacisc ao Meio-dia – a primeira de 2014 – o reitor da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Paulo Afonso Burmann, trouxe só boas notícias para Cachoeira do Sul.

Uma delas, a mais aplaudida no evento, foi a confirmação de que os cinco cursos da primeira fase da extensão da universidade no município começarão no próximo mês de agosto, em campus provisório.

O anúncio de que os quatro cursos da segunda fase da UFSM/Cachoeira deverão ser oferecidos antes do prazo previsto, também foi comemorado no Cacisc ao Meio-dia.

Burmann acredita que em vez de cinco anos, os cursos da etapa 2 começarão no máximo quatro anos após o início das atividades do campus de Cachoeira.

“Se conseguirmos manter o ritmo, certamente a antecipação dos novos cursos será viabilizada”, frisou o reitor.

Falando para cerca de 100 expectadores – a maioria empresários ligados à Câmara de Agronegócio, Comércio, Indústria e Serviços de Cachoeira do Sul (Cacisc) e servidores que acompanhavam o prefeito Neiron Viegas – Burmann informou que a construção do campus definitivo da UFSM/Cachoeira está em fase de licitação para a escolha da empresa que desenvolverá o projeto técnico da construção.

Burmann acredita que a construção do campus – em área na localidade rural de Passo da Areia – iniciará em setembro. Estão previstos dois anos de construção.

Neste período as aulas ocorrerão em salas de aulas alugadas pela Prefeitura no Colégio Totem. O valor do aluguel está sendo negociado, mas deverá ficar na casa dos R$ 15 mil por mês.

A Prefeitura também se comprometeu em providenciar um espaço provisório para moradia de alunos de baixa renda da universidade. A Casa do Estudante deverá funcionar em um hotel até que a definitiva, junto ao campus, fique pronta.

Deixe uma resposta