Sirva-se

Diário de Santa Maria, 12/08/2014, Caderno 2, Pág. 08.

 

        

 

Bacana é pouco! Desde ontem, duas geladeiras recheadas de livros estão disponíveis para quem quiser se servir, na parada da Avenida Rio Branco, esquina Andradas, e no ponto final da linha Campus, na UFSM. É uma ação do Projeto Trajeto Cultural Sebo Café, uma parceria entre dois alunos do Centro Universitário Franciscano – Heitor Borges Leal e Liziane Ferreira – e o Sebo Café para incentivar a leitura.

– A ideia é que as pessoas alimentem a alma e o espírito com a leitura – resume Carlos Alberto Godói Burigo, do Sebo Café.

Burigo conta que acalentava a ideia de criar uma geladeiroteca havia anos, mas que foram os jovens estudantes que materializaram o plano, ao desenvolvê-lo na disciplina de Projetos Experimentais do curso de Publicidade e Propaganda da Unifra. Heitor, 22 anos, diz que o empresário foi superdisponível.

– Além de doar os livros, deu uma geladeira velha, e pagou a outra, que compramos num brique. Até as tintas para fazer o grafite, custeou. A gente sentiu que ele queria mesmo fazer isso – elogia Heitor.

Ontem, 50 livros foram disponibilizados em cada geladeira, e os estudantes devem fazer a reposição dos exemplares ao longo da semana. Mas a meta é que a própria comunidade se aproprie do movimento, doando e trocando os livros.

O projeto também estimula o compartilhamento de experiências por meio de um grupo no Facebook (facebook.com/trajetocultural) e um perfil no Instagram (@trajetocultural).

Sirva-se, mas não esqueça de abastecer a geladeira!

Comentários estão fechados.