Por onde anda Hamartia

Diário de Santa Maria, 29/09/2014, Diário 2, Capa

Dez anos despois do início da produção, filme rodado em Santa Maria está em fase de finalização e pode estrear em 2015

Foi em 2004 o início das pré-produções do segundo longa-metragem gravado em Santa Maria com equipe local. Dirigido por Rondon de Castro, Hamartia – Ventos do Destino, completa uma década de produção neste ano. Rodado em 2007 e em 2010, o longa teve previsão inicial de ser lançado em 2011, mas a falta de recursos para a finalização fez com que o lançamento fosse adiado. A atual previsão é que o longa esteja nas telonas no primeiro semestre de 2015.

Segundo o diretor do filme, Rondon de Castro, o seu último envolvimento com o longa-metragem foi no ano passado, durante a montagem.

– A minha participação no filme já encerrou. Ele está montado, ainda precisa ir para sonorização e acabamento final – diz o diretor.

O produtor executivo, Márcio Negrini, explica que houve dificuldades para o filme conseguir recursos públicos para a finalização. O longa foi inscrito em programas de finalização do Rio Grande do Sul Polo Audiovisual, promovido pela Secretaria de Cultura, mas não foi contemplado.

– Quando filmamos em 2010, tínhamos a expectativa de novos investidores. Essa expectativa se deu porque, durante o período de produção e filmagem, o projeto ganhou visibilidade pelas coberturas de imprensa no Estado – explica o produtor executivo.

Negrini ainda conta que houve dificuldades para a captação de recursos por meio da Lei do Audiovisual – que tem como incentivo o Imposto de Renda. Com a Lei de Incentivo do Estado, o filme aprovou R$ 807 mil e conseguiu captar todo o valor. Mas, pela Lei do Audiovisual, que tinha aprovado R$ 998,7 mil, foram captados apenas R$ 260 mil.

– O acesso às empresas não é fácil para uma produtora fora do eixo de produção dos grandes centros, e que está produzindo seu primeiro longa-metragem – comenta Negrini.

Pós produção será em Portugal

Segundo Negrini, o filme já está montado, com efeitos de imagem e cor concluídos. Com a falta de recursos, para o longa ser finalizado, foi realizada uma parceria com a Universidade Beira Interior (UBI), de Portugal.

– A fase de pós-produção sonora será desenvolvida em um laboratório especializado em som do curso de graduação e mestrado em Cinema dessa universidade. O interessante é o que caracteriza o projeto Hamartia Ventos do Destino desde o princípio, a cooperação entre instituições de ensino como a Universidade Federal de Santa Maria e o Centro Universitário Franciscano – explica o produtor executivo.

O filme teve apoio da UFSM, da Força Aérea Brasileira, Centro Universitário Franciscano e das leis de incentivo.

Hamartia conta a história do tentente-aviador Martim (Emerson Peixoto), que tenta reconstruir a sua vida depois de perder sua amada. Afastado dos voos, o protagonista tem ajuda da médica do esquadrão, a tentente Cláudia (Cândice Lorenzzoni). O destino leva Martim a uma perigosa missão e a uma misteriosa mulher. No elenco também estão Rodrigo Veronese e Leonardo Machado.

 

Comentários estão fechados.