NÃO CUSTA LEMBRAR. Luta (inglória) contra Ebserh

Blog Claudemir Pereira, 17/10/2014

Confira a seguir trecho da nota publicada na noite de 17 de outubro de 2013, quinta:

SAÚDE. Sindicalistas buscam apoio para barrar adesão da UFSM à empresa pública dos hospitais

O Conselho Municipal de Saúde deverá analisar, em sua próxima reunião, que acontece no dia 7 de dezembro, o pedido feito pelas entidades sindicais ligadas à UFSM, e que são contra a empresa pública criada para gerir os hospitais universitários.

O objetivo dos sindicalistas é obter uma moção de apoio “em defesa do HUSM e de combate à Ebserh”. Os conselheiros vão avaliar, mas não decidiram nada no encontro acontecido hoje de manhã, no plenarinho da Câmara de Vereadores.

Para saber mais sobre o que houve nesta quinta, e também ter outras informações sobre a luta dos sindicalistas, inclusive um future encontro com o Ministério Público Federal, confira a versão produzida pela assessoria de imprensa da Seção Sindical dos Docentes da UFSM. O texto e a foto são de Fritz R. Nunes. A seguir:

Conselho Municipal de Saúde inicia debate sobre a EBSERH

… O Conselho Municipal de Saúde (CMS) deu o pontapé inicial no debate sobre a instalação da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) como gestora do Hospital Universitário de Santa Maria. O representante do DCE, Alex Monaiar, distribuiu aos conselheiros, que se reuniram nesta quinta pela manhã, no plenarinho da Câmara de Vereadores, uma proposta de moção em defesa do Husm e de combate à Ebserh…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI  

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota, é difícil supor que algum tipo de autocrítica seja feito. Inclusive porque os sindicalistas acreditam mesmo no que pregam. Mas o fato é que a adesão se deu, o HUSM está crescendo e mais de 700 servidores públicos serão contratados. Aliás, boa parte até já foi.

Comentários estão fechados.