Como será o ingresso na UFSM sem o vestibular

Portal Extra, 24/12/2014, Geral, Online.

 

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Conselho da UFSM aprovou a substituição do PSS pelo SiSu

Por 35 a 4, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) aprovou a proposta apresentada pela Pró-Reitoria de Graduação (Prograd) de substituir o Processo Seletivo Seriado (PSS) pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), apoiado no desempenho no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem). A decisão ocorreu durante reunião extraordinária do Cepe, nesta terça-feira, 23, pela manhã, após apresentação e discussão do parecer de vista, que previa sistema híbrido de ingresso: PSS e Sisu.

A reunião, realizada na Sala dos Conselhos, no 9º andar do prédio da Reitoria, teve início com a apresentação do contraproposta que, apesar de manter os percentuais iniciais da proposta da Prograd – 80% para Sisu e 20% para PSS -, prevê a convivência dos dois sistemas de ingresso. O relator de vista Júlio Cezar Mairesse Siluk apresentou oito pontos em defesa da sua proposta, como a realização de provas de habilitação específica para cursos como o de Música.

A seguir, a relatora Ceres Karam Brum apresentou a proposta da Prograd, composta de três itens: 1) Substituição do PSS pelo Sisu; 2) Reserva de 20% das vagas de todos os cursos da UFSM para os dois últimos anos do PSS, sendo que em 2015 serão oferecidas as provas PS2 e PS3 e em 2016 somente a PS3; 3) Extinção geral do PSS em 2017.

Após manifestações de conselheiros favoráveis as duas propostas, de pedido de posicionamento da Pró-Reitoria de Graduação sobre o parecer de vista e do questionamento dos percentuais, os conselheiros votaram e aprovaram a adesão ao Sisu.

Educação Indígena

A reunião extraordinária teve ainda como pauta o Projeto Político Pedagógico do Curso de Licenciatura Interdisciplinar Indígena do Centro de Educação Superior Norte (Cesnors). A conselheira Ceres Karam apresentou parecer de vistas, sugerindo inúmeras alterações, inclusive no nome. No entanto, o Cepe aprovou a proposta pela conselheira Marlene Teresinha Lovatto.

Com informações da UFSM

 

Comentários estão fechados.