Definida empresa que fará obra do Centro de Triagem de Animais Silvestres na UFSM

Rádio Gaúcha Santa Maria, 05/01/2015, Últimas Notícias, Online.

 

Prédio será erguido pela BK Construções no campus da Federal

Marcelo Martins

Aves passarão por triagem no futuro Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas)
Foto: Ronald Mendes  / Agencia RBS

Está definida a empresa que construirá o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), que será erguido na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). A BK Construções Ltda., de Santa Maria, fará a obra orçada em R$ 797,2 mil. A publicação da escolha da empresa foi divulgada no Diário Oficial da União. A BK informou que o engenheiro responsável que trata do empreendimento está em férias e somente após o retorno dele poderá ser informada a data de começo das obras.

O Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), que é vinculado ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), será construído no campus da UFSM, no bairro Camobi. A área foi cedida pela UFSM ainda em 2014. O prédio terá área total de 253,7 m², receberá animais silvestres que tenham sido, por exemplo, achados durante apreensões na Região Central. No local, trabalharão profissionais da própria UFSM e que sejam de áreas afins do Centro de Ciências Rurais (CCR).

Tão logo esteja em funcionamento, o Centro de Triagem de Animais Silvestres fará a triagem e, inclusive, a avaliação e reabilitação de animais silvestres apreendidos durante ações de fiscalização. Atualmente, essa triagem é feita pelo Criadouro Conservacionista São Braz.

Multa originou acordo e empreendimento

O empreendimento do Cetas em Santa Maria é resultado da assinatura da Eletrobrás de um Termo de Compromisso de Conversão de multa feita em 2011. À época, se verificou um dano ambiental na hidrelétrica de Quebra Dentes, em Quevedos, na Região Central. O termo firmou a reconstrução e reparo da área, além da construção do empreendimento em Santa Maria.

Hoje, apenas a Capital e Pelotas, no Sul do Estado, contam com os serviços de triagem de animais silvestres no Estado.

Comentários estão fechados.