Amanhã é o último dia do vestibular da UFRGS

Diário de Santa Maria, 06/01/2015, Geral, Pág. 10.

 

No segundo dia de provas da UFRGS, o tema da redação surpreendeu. Os alunos tiveram de dissertar sobre amizade em época de internet, além de responder questões de português. Hoje, serão aplicadas provas de biologia, química e geografia. Já amanhã, no último dia da maratona de estudos, é a vez das questões de história e matemática.

Os cerca de 40 mil inscritos para a UFRGS participam de um concurso singular. Pela primeira vez, a instituição reserva 30% do total de vagas para o ingresso com a nota do Enem, via Sisu. No Estado, quatro entidades públicas já usam o exame como único modo de admissão. A UFSM realizou em dezembro o último vestibular no formato tradicional.

Professores e especialistas abraçam uma ou outra vantagem e fragilidade do Enem ao prever o futuro do vestibular. Professor titular de Psicologia da Educação da UFRGS, Fernando Becker vê com apreensão a troca da individualidade das instituições por uma avaliação padrão. O vestibular da UFRGS, para ele, é melhor do que o Enem.

Para Rui Vicente Oppermann, vice-reitor da UFRGS, um dos mais importantes fatores a serem observados é o do choque cultural:

– Uma sociedade adaptada ao frio tem um estilo de viver mais recluso. Quem estiver acostumado ao verão e ainda longe de casa pode ter dificuldades.

A PUCRS não usa o Enem. Hoje, o aluno que almeja uma vaga pode tentar vestibular, processo complementar, transferência e ingresso para diplomado. Segundo Mágda Cunha, pró-reitora acadêmica, a universidade analisa novas possibilidades.

Comentários estão fechados.