Intenção é retomar obra

Diário de Santa Maria, 20/01/2015, Política, Pág. 06.

 

Sul Cava entrou com recurso para barrar rompimento de contrato com a Corsan

A direção da empresa Sul Cava, responsável pela obra de esgoto em Camobi, esteve em Porto Alegre, ontem, na sede da Corsan, para tentar reverter a intenção da estatal em romper o contrato do serviço. O fim da parceria foi proposto pela Corsan por causa do atraso do trabalho, que está paralisado desde outubro do ano passado.

O fim da parceria estava previsto para ontem, quando terminava o prazo dado pela Corsan para que a Sul Cava se manifestasse sobre o assunto. Segundo Thayna Stamm, do departamento de licitações da Sul Cava, a intenção da empresa é retomar o trabalho. Para isso, o pedido da Sul Cava terá de ser aceito pela direção da Corsan.

Segundo José Epstein, superintendente adjunto da Corsan em Santa Maria, até o final da tarde de ontem, a coordenadoria regional não tinha detalhes do assunto. Mesmo com o pedido da Sul Cava para voltar ao trabalho, seguirá tramitando um processo de multa contra a empresa por causa da paralisação do trabalho.

– A obra foi parada por decisão unilateral (da Sul Cava). Agora, o jurídico vai analisar o assunto.

Segundo Epstein, se o recurso da Sul Cava for aceito, a Corsan deve cobrar um cronograma com prazo de conclusão do serviço. Hoje, cerca de 14% da obra, de 73 quilômetros, está concluída. Ele ressalta que, com ajustes no cronograma em um possível acerto entre as partes, mais de 80% do serviço teria de ser feito em 50% do período previsto, que era de dois anos.

– Seria corrido, mas é possível de ser feito. Temos de esperar para ver – disse.

Risco de parar

Se a Corsan não aceitar a justificativa da Sul Cava, a obra de saneamento para de vez. Nesse caso, o governo do Estado terá de abrir novo edital licitatório para o serviço. Se isso ocorrer, o prazo para finalização da rede de esgoto de Camobi, que era dezembro de 2015, fica cada vez mais distante.

Quando concluída, a obra da Corsan vai beneficiar cerca de 20 mil moradores do bairro e atenderá também todo o campus da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

leandro.belle@diariosm.com.br

LEANDRO BELLES

Comentários estão fechados.