Aprovado polo de universidade federal em Pinto Bandeira

Leouve, 29/03/ 15, Geral, Online.

(Foto: Francine Boijink/Leouve)

(Foto: Francine Boijink/Leouve)

A criação do polo da Universidade Aberta do Brasil em Pinto Bandeira deve ser publicado no Diário Oficial da União na segunda-feira, dia 30.Com a aprovação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), está previsto para serem oferecidos inicialmente os cursos de Pedagogia e Física, por meio da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). A expectativa é que as aulas que ocorrerão no prédio que pertence à igreja iniciem em março de 2016 . No momento, o trabalho em andamento está voltado às adaptações necessárias na infraestrutura.

Planos estão em andamento para a ampliação do número de cursos em 2017. De acordo com o prefeito, João Pizzio, a projeção é que sejam ofertadas graduações nas áreas de engenharia, educação, campo, agroindústria e, em nível técnico, profissionalização em agricultura. Além disso, por ser uma Universidade Aberta do Brasil, poderão se integrar ao local também instituições públicas como as universidades federais do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, do Paraná, de Pelotas, de Rio Grande e a Unipampa. “Que fortaleça os vínculos, a vocação da nossa cidade que é a agricultura familiar, o agronegócio e o turismo”, afirma o chefe do executivo, ao ressaltar que a implantação do polo é para ser comemorado não apenas em Pinto Bandeira, mas na região da Serra Gaúcha e no Rio Grande do Sul ao ser mais uma instituição de ensino pública e gratuita.

Neste momento, conforme Pizzio, está sendo colocado em prática o segundo passo, com o município realizando as adequações físicas do prédio, os contratos com a Mitra, que disponibilizou o espaço, as adequações técnicas e preparando, sob a orientação da UFSM, o espaço físico, os recursos materiais, para que no final do ano, o Ministério da Educação e a UFSM tenham toda a estrutura técnica para fazer a implantação do campus.

No dia 19 de fevereiro, representantes da UFSM estiveram em Pinto Bandeira para conhecer o espaço e conversar com professores e autoridades.

Comentários estão fechados.