Professores da UFSM aprovam paralisação para 29 de maio

Rádio Gaúcha SM, 15/05/2015, Online. 

 

Professores da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) têm paralisação das atividades marcada para 29 de maio. Em assembleia nessa quinta-feira (14), a categoria decidiu aderir ao dia de paralisação nacional chamado pelas centrais sindicais, contra a terceirização e o ajuste fiscal. Também foi aprovado o indicativo de greve para 29 de maio.

A decisão foi votada pela maioria dos 60 servidores presentes no encontro. Seis se manifestaram contra e houve uma abstenção. Neste fim de semana, representantes da Seção Sindical dos Docentes vão a Brasília para discutir, com integrantes de outras instituições federais, sobre a possível greve por tempo indeterminado. Uma assembléia, em 27 de maio, deve avaliar o resultado do encontro na capital federal.

A pauta de reivindicações inclui a definição de uma data-base, que é a data de início de vigência de acordo ou convenção coletiva. A categoria também pede reestruturação da carreira.

Na próxima quinta-feira (21), a Associação dos Servidores da UFSM, tem assembleia para discutir sobre uma possível greve que começaria em 28 de maio.

Comentários estão fechados.