O melhor mel escuro do Estado é daqui

Diário de Santa Maria, 17/08/2015, Economia, Pág. 3.

As abelhas do apicultor santa-mariense Darci Paulo Saul são um time campeão. O produtor venceu o concurso de melhor qualidade de mel na categoria mel escuro em concurso organizado pela Federação Apícola do Rio Grande do Sul (Fargs), no mês passado. A competição anual ocorreu durante o 19º Seminário Estadual de Apicultura, em Santa Cruz do Sul. Santa Maria já tem tradição na qualidade do mel. Em 2012, Gilmar Selle, representando a Associação de Apicultores de Santa Maria (Apismar) ganhou o primeiro lugar em concurso nacional realizado em Gramado.

De acordo com Saul, o mel premiado é de florada silvestre, o que confere ao produto uma cor mais amarronzada e sabor mais forte, além de ser rico em sais minerais. Trabalhando com apicultura há cerca de 40 anos, Saul tem centenas de colmeias distribuídas em diversas cidades, como Santa Maria, Mata, Dilermando de Aguiar, Quevedos e Rosário do Sul, entre outras.

E qual o segredo para produzir um mel campeão? A receita é simples, mas exige dedicação, explica Saul:

– Produzir um mel bom exige capricho no manejo das colmeias e atenção à alimentação das abelhas, com o fornecimento de ração proteica (farinha de soja desengordurada) no inverno.

Durante concurso organizado pela Federação Apícola do Rio Grande do Sul (Fargs), em julho, o professor de apicultura da UFSM Silvio Langler, explica que o manejo compreende principalmente a substituição de favos a cada três anos, uma vez que, velhos, eles escurecem o mel e o deixam mais ácido (e menos doce).

Comentários estão fechados.