Parceria entre Emater/RS-Ascar e UFSM capacita extensionistas em paisagismo rural

Zulupa, 18/08/2015, Geral, Online.

Parceria entre Emater/RS-Ascar e UFSM capacita extensionistas em paisagismo rural

 

Buscando promover a valorização das propriedades rurais e fortalecer a autoestima das famílias do campo, a Emater/RS-Ascar iniciou a campanha regional Minha Propriedade, Meu Paraíso. Para qualificar essa ação, contando com a parceria da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), campus de Frederico Westphalen, uma capacitação sobre paisagismo está sendo realizada para os extensionistas dos 42 municípios da região administrativa da Emater/RS-Ascar de Frederico Westphalen.

O curso é dividido em três módulos, ministrados por professores da UFSM. O primeiro foi realizado em dois dias distintos. Na segunda-feira (10/08), extensionistas dos 22 municípios da região Médio Alto Uruguai participaram da capacitação, nas dependências da Universidade. Ontem (17/08), foi a vez dos extensionistas dos 20 municípios que abrangem a região Rio da Várzea.

A necessidade de promover a atividade surgiu da demanda dos 42 municípios, que planejaram ações de habitação e paisagismo para realizar durante o ano com as famílias do meio rural. A parceria com a Universidade veio ao encontro desse projeto, iniciado pela Emater/RS-Ascar. “Essa nossa ação envolvendo o paisagismo rural vem culminar com todo o trabalho de Assistência Técnica e Extensão Rural e Social desenvolvido pela Emater/RS-Ascar, trabalhando a autoestima da família rural. Nossa intenção é fazer com que os agricultores se apaixonem pelo lugar onde vivem e assim tenham mais qualidade de vida”, explicou a assistente técnica regional da área social da Emater/RS-Ascar e coordenadora da campanha, Dulcenéia Haas Wommer.

“A habitação é um elemento quase tão importante quanto a alimentação e faz parte de um conjunto de necessidades. A casa também inclui o seu entorno. Passa a ser um espaço social importante que proporciona a convivência da família. Por isso, o objetivo dessa ação é promover a melhoria e embelezamento das propriedades rurais através de práticas de jardinagem, paisagismo e organização de arredores, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida e do ambiente”, reiterou Dulcenéia.

O primeiro módulo da capacitação iniciou com a abordagem teórica sobre a sociedade e produção rural, a importância da agricultura familiar na produção global do país e as problemáticas e potencialidades da produção de base familiar, tema trabalhado pelo professor doutor do curso de Engenharia Florestal da Universidade, Oscar Torres Figueredo.

O resgate histórico do paisagismo e estilo de jardins e a identificação e caracterização de plantas para utilização no paisagismo regional, bem como técnicas de propagação e manejo de plantas foram assuntos trabalhados pelo professor doutor da UFSM, Nilton Mantovani.

Os próximos módulos acontecerão nos dias 24 e 31 de agosto, sobre implantação e manejo de jardins, e nos dias 14 e 21 de setembro, encerrando com a implantação de jardim em duas propriedades rurais.

A capacitação contou ainda com a participação do diretor da UFSM, campus de Frederico Westphalen, Genésio da Rosa, que fez uma apresentação da Universidade, sua estrutura e os cursos oferecidos.

Após a capacitação os extensionistas continuarão essa atividade em seus municípios, repassando o conhecimento adquirido para que os agricultores implantem nas propriedades rurais, preferencialmente nas unidades de referência, trabalho desenvolvido pela Emater/RS-Ascar, também em parceria com a UFSM, nos 42 municípios da região, realizando o acompanhamento das famílias e das atividades rurais no âmbito social, econômico e ambiental.

Comentários estão fechados.