UFSM. Estatuinte acontece em ano pré-eleitoral. E a preocupação (não explicitada) é evitar a contaminação

Blog Claudemir Pereira, 30/11/2015.

Integrantes da comissão decidiram que debate desta terça terá o ex-reitor Tabajara Costa

Ninguém fala, muito menos escreve. No entanto, um dos grandes desafios daqueles que propõem a reforma do Estatuto da UFSM, ainda uma herança o regime militar, é não toldar a discussão com a campanha eleitoral no interior da instituição. Afinal, a Estatuinte tende a ser instalada justamente no ano anterior ao pleito para reitor. E a contaminação sempre é possível.

Em todo caso, ao que se nota, há uma preocupação em preparar bem o processo. É onde se inclui, deduz o editor, o que acontecerá nesta terça-feira, como você confere em material produzido pela assessoria de imprensa da Seção Sindical dos Docentes. O texto e a foto são de Fritz R. Nunes. Acompanhe:

UFSM terá debate sobre Estatuinte no dia 1º de dezembro

 Os membros da comissão pré-estatuinte definiram na manhã desta terça 24, os últimas detalhes do evento marcado para o dia 1º de dezembro. O objetivo da palestra “Estatuinte por quê? A universidade que temos” é expor para a comunidade universitária a importância de debater o estatuto da instituição, que data sua elaboração original da época do regime militar. A atividade acontece a partir das 9h, no Espaço Multiuso, no campus de Santa Maria, e deverá ser transmitido pela Multiweb. Os convidados para a palestra são o ex-reitor da UFSM, Tabajara Gaúcho da Costa, e o professor do departamento de Filosofia, Albertinho Gallina. A mediação será da estudante e coordenadora substituta da comissão, Mariana Marques.

Na reunião desta terça ficou combinado que haverá mais uma reunião da comissão este ano, no próximo dia 15 de dezembro, pois na sequência a universidade entra em recesso de final de ano. Para 2016, a ideia é que, mesmo nos meses de janeiro e fevereiro, continuem acontecendo as reuniões da comissão, de 15 em 15 dias. Além das conferências preparatórias, que precisam ser organizadas para o próximo semestre letivo, a comissão quer encaminhar materiais de divulgação, inclusive panfletos, que seriam usados no início das aulas em 2016, com o caráter de mobilização da comunidade. Os temas das conferências que abrem o próximo ano devem ser discutidos na próxima reunião.

Ficou decidido também nesta terça que a subcomissão de Comunicação irá procurar a Agência de Relações Públicas (Agerp) do curso de Comunicação Social, com o intuito de buscar subsídios e montar um planejamento de divulgação para o trabalho da Estatuinte na instituição.”

Comentários estão fechados.