NÃO CUSTA LEMBRAR. A UFSM e o primeiro indício público de que a situação não seria mansa em 2015

Blog Claudemir Pereira, 25/02/16, Geral

Confira a seguir trecho da nota publicada na madrugada de 25 de fevereiro, quarta:

EDUCAÇÃO. Governo contingencia 1/3 do orçamento das Universidades e UFSM terá que “apertar o cinto”

Enquanto não for aprovado o Orçamento da União, o que pode acontecer só em março, o que vale é a medida oficializada pelo Governo. Isto é, exatamente um terço do que estava previsto na proposta enviada para o Congresso está contingenciado. Desenhando: se está a espera de receitas ainda não feitas. Em acontecendo isso, pode mudar o quadro. Pode.

Como não há garantia alguma, o cinto terá que ser apertado em todas as instituições federais de ensino superior. A UFSM, claro, está nesta e o tamanho do problema pode ser medido pela nota para o público interno da instituição (mas divulgada para toda a comunidade, via internet), assinada pelo reitor Paulo Burmann e seu vice Paulo Bayard. O documento, aliás, que você confere a seguir:

Nota à comunidade da UFSM

Ao mesmo tempo em que saudamos o retorno às atividades letivas em 2015, desejando um ano pleno de realizações e avanços sociais, acadêmicos e políticos, informamos à comunidade acadêmica que a Presidência da República publicou o Decreto Federal 8.389/2015, que dispõe sobre a execução…             

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota, já se sabe: mesmo com a aprovação do orçamento, o contingenciamento pegou todos os setores, inclusive o ensino superior. Foram meses complicados na UFSM. E em 2016? Não demora e se saberá.

Comentários estão fechados.