A planta que ajuda a combater o Aedes

Diário de Santa Maria, 10/03/16, Colunas, Pág.2 

O projeto de extensão da UFSM chamado Parangolé, com o apoio da direção do CCSH, realizou o plantio, nos canteiros do prédio 74C, de sementes de uma planta que ajuda a combater a proliferação do mosquito da dengue. A flor chamada crotalária breviflora (foto acima) atrai libélulas, predadoras naturais que se alimentam de mosquitos, como os da dengue. Além disso, as libélulas colocam ovos em água parada e limpa, como o Aedes, e as larvas do inseto também se alimentam de larvas do mosquito. As sementes foram distribuídas a funcionários e alunos. O plantio da flor não substitui os demais cuidados no combate ao Aedes.

Comentários estão fechados.