Inaugurada estação russa de geolocalização em Santa Maria

ClicRBS, 22/04/2016, Gaúcha SM 

UFSM fez parceria com Agência Espacial Russa para aprimorar sistema semelhante ao GPS

A Agência Espacial Russa e a Universidade Federal de Santa Maria(UFSM) inauguraram nessa quarta-feira (20) uma estação do Glonass, um sistema de satélite para navegação semelhante ao GPS. A intenção é aprimorar a geolocalização para agência russa e contribuir para a criação de cursos da universidade nas áreas de Engenharia de Telecomunicações e Aeroespacial.

A parceria foi firmada em abril de 2015, confirmando a instalação de um conjunto de antenas para captar sinais de satélites na base terrestre de rastreamento na UFSM. O sistema russo vem sendo desenvolvido desde 1976, na época da União Soviética, e hoje conta com 24 satélites em órbita. O Glonass foi criado para competir com o GPS, que foi desenvolvido pelos Estados Unidos.

Segundo o reitor Paulo Burmann, a estação deve ainda contribuir para estudos de áreas como ciências rurais, engenharia de telecomunicações e processamento de sinais da UFSM. Burmann acredita que a UFSM terá maior capacidade de desenvolvimento de pesquisa e tecnologia.

O investimento é do governo russo e não teve valor divulgado. Será a segunda base na América Latina. A primeira opera na Universidade de Brasília (UnB), e Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) também deverá ser a próxima a receber o sistema.

Comentários estão fechados.