EQUÍVOCO NO SISU FAZ SOBRAR VAGAS NO CURSO DE MEDICINA DA UFSM

Categorias Outros veículos

Brasil Escola, 02/06/2016

Instituição exige 741 pontos em cada área do Enem como nota mínima

Um equívoco tira a oportunidade de diversos estudantes disputarem as 48 vagas de Medicina oferecidas pelas Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), no Rio Grande do Sul, na segunda edição do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) de 2016.

A UFSM admitiu o erro ao estipular o mínimo de 741 pontos em cada área do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2015, pontuação considerada alta. Os candidatos que tentam se inscrever para o curso de Medicina se deparam com o aviso (foto 1) de que suas média são inferiores ao valor necessário para o ingresso na instituição.

Nota mínima necessária em cada área do Enem para Medicina no SiSU da UFSM

A exigência de uma nota mínima em cada área do conhecimento eleva a pontuação necessária. O último balanço divulgado pelo SiSU mostra que a UFSM não conta com nota de corte para Medicina (foto 2) – média mínima com base no desempenho do último candidato inscrito dentro do número de vagas disponíveis – por causa da ausência de inscrições para o curso.

Curso de Medicina da UFSM não possui nota de corte no SiSU

A universidade informou que a pontuação não pode ser alterada após a abertura das inscrições do SiSU. Como a instituição acredita que nenhuma das 48 vagas será preenchida nesta edição da seleção, um novo processo seletivo será feito nos próximos dias. Os candidatos deverão se inscrever no site da UFSM e informar o CPF para pesquisa da pontuação do Enem 2015. O ingresso será por meio das notas do exame.

Notas exigidas

No geral, as instituições costumam exigir apenas que o estudante obtenha mais de zero na redação e algumas adotam pesos para cada prova objetiva de acordo com a área do curso escolhido. Desta forma, graduações de Humanas teriam maior exigência em Ciências Humanas e suas Tecnologias e Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, por exemplo.

A dificuldade de preenchimento por exigência de notas mínimas altas não é novidade. A Universidade de São Paulo (USP) apresentou número de inscrições abaixo do esperado em sua estreia no SiSU, no primeiro semestre de 2016. A instituição ofereceu 1.489 vagas e só foram preenchidas 814.

SiSU 2016/2

O SiSU 2016/2 encerra as inscrições às 23h59 de hoje (2). Os participantes do Enem 2015 podem ser inscrever em até duas opções de cursos, escolhendo a modalidade em que desejam concorrer (ampla concorrência ou ações afirmativas). Os estudantes que já estão inscritos também podem alterar a graduação até o fim do prazo.

O resultado será publicado em 6 de junho e as matrículas serão recebidas em 10, 13 e 14 seguintes. A Lista de Espera contará com inscrições até 17 do mesmo mês. As convocações posteriores serão feitas pelas próprias instituições de ensino, as quais possuem autonomia para definir seus cronogramas de chamadas e quantidade necessária.

O SiSU deste semestre preencherá mais de 56 mil vagas gratuitas em universidades públicas e institutos federais.

Comentários estão fechados.