Alunos da Udessm iniciam as aulas em Santa Maria

A Razão, 09/08/2016, Geral, Online

Quatro cursos de Silveira Martins foram transferidos para o campus da cidade

Quatro cursos de Silveira Martins foram transferidos Santa Maria (Divulgação / A Razão)
Quatro cursos de Silveira Martins foram transferidos Santa Maria (Divulgação / A Razão)

As aulas na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) foram retomadas ontem e, com o início do semestre, também vieram para o campus sede os alunos da Unidade Descentralizada de Ensino Superior de Silveira Martins (Udessm). Na última sexta-feira, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) da Instituição definiu em sessão extraordinária que os estudantes de Silveira viriam para Santa Maria.

A partir de agora, o curso Superior de Tecnologia em Agronegócios funcionará nas dependências físicas do Centro de Ciências Rurais (CCR). Já o curso de Tecnologia em Gestão Ambiental funcionará no Colégio Politécnico. Os alunos do curso de Tecnologia em Gestão de Turismo e do bacharelado em Administração terão aulas no Centro de Ciências Sociais e Humanas (CCSH) da Universidade.

Conforme a UFSM, os estudantes residentes em Silveira Martins, que mantêm regularidade acadêmica, terão transporte gratuito, da Udessm até Santa Maria.

A vinda dos alunos da Udessm para o campus sede é discutido desde 2014, e o principal argumento é o fato do campus ter capacidade de comportar em torno de mil alunos, mas ter somente 310 matriculados e 189 deles efetivamente frequentando os cursos.

Segundo o reitor Paulo Burmann, há espaços suficientes no campus da UFSM, e outros ainda a serem inaugurados. Em relação ao campus de Silveira Martins, pretende-se utilizar a estrutura existente, como para a criação de um Centro de Documentação e Memória, um Centro de Pesquisa em Biodiversidade Animal, e um Núcleo de Estudos em Paisagem, entre outros projetos.

 

RU informa sobre funcionamento

A direção do Restaurante Universitário (RU) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) divulgou ontem quatro pontos que os estudantes devem seguir desde ontem. Na quinta-feira, o Conselho Universitário aprovou a gratuidade das refeições aos alunos que tenham Benefícios Socioeconômicos.

Segundo a direção, os débitos anteriores a implantação gratuidade não serão abonados e deverão ser quitados junto aos caixas. O Centro de Processamento de Dados estará, em breve, implantando uma ferramenta para transferência de créditos no Portal do RU, já que é inviável devolução de valores. A perda dos Benefícios acarretará no pagamento obrigatório das refeições até que o aluno regularize a sua situação.

Por fim, para terem acesso aos refeitórios, os alunos precisam apresentar a carteira, obrigatoriamente. Mais informações pelo telefone 3220-8405.

Comentários estão fechados.