Em partida épica, Soldiers derrota Redlions e conquista acesso à Superliga Nacional

Esporte SUL, 29/10/2016

Foi difícil, foi complicado, mas o Santa Maria Soldiers conseguiu o tão sonhado acesso à Superliga Nacional de Futebol Americano, a primeira divisão do futebol americano nacional. Em Joinville, os santa-marienses venceram o Joinville Redlions por 20 a 7 e, de quebra, ainda conquistaram o título simbólico da Conferência Sul. Porém, a competição ainda não acabou: o time agora pega o Belo Horizonte Get Eagles pelas semifinais do torneio na capital mineira.

O Soldiers se junta ao Juventude FA e será o segundo clube gaúcho na Superliga em 2017. Além disso, o acesso às semifinais já é o mais longe que um time do estado chegou em uma competição nacional: em 2012, o Porto Alegre Pumpkins se tornou a primeira equipe do Rio Grande do Sul a vencer um jogo de playoffs ao derrotar o Ponta Grossa Phantoms por 7 a 6 nas oitavas de final antes de perder por 41 a 7 para o Cuiabá Arsenal nas quartas e lá ser eliminado.

Soldiers se junta ao Juventude FA e será o segundo time gaúcho na primeira divisão nacional. Foto: Bruno Tech/EsporteSUL

Soldiers se junta ao Juventude FA e será o segundo time gaúcho na primeira divisão nacional. Foto: Bruno Tech/EsporteSUL

O jogo

Com elenco reduzido para colocar todos os atletas em um ônibus, o Soldiers ainda teve que lidar com problemas dos atletas que foram para lá: o recebedor Alexandre Macagnan sofreu uma entorse no joelho ainda no aquecimento e sequer atuou.

A partida foi dominada pelas defesas, principalmente na etapa inicial. Santa Maria abriu o placar com um Field Goal de 34 jardas de Maurício Faé e encerrou o primeiro quarto vencendo por 3-0. Porém, no segundo quarto, o quarterback Douglas Rodrigues foi interceptado pelo defensive back José Castilho, que retornou para touchdown. O kicker Gustavo Guyoti converteu o ponto extra: Redlions 7-3 Soldiers.

Com a liderança no placar, o Redlions tentou utilizar mais passes, porém sem sucesso – o que levou o quarterback Joaquin Granados a resolver com as próprias pernas em algumas ocasiões. O Soldiers só voltou a ameaçar no primeiro tempo por meio de Field Goals: Maurício Faé converteu um chute de 41 jardas, mas errou outro de 37 jardas a 17 segundos do intervalo.

O jogo ia para o intervalo com o placar de 7 a 6 para o Redlions – pela primeira vez em 12 jogos disputados na temporada, excetuando a Copa RS, a equipe de Santa Maria ia para o vestiário atrás no placar. Porém, o Soldiers retornou para o segundo tempo com tudo: logo no retorno, João Siqueira retornou o kickoff para touchdown, mas falta de conduta anti-desportiva na linha de 1 jarda anulou a pontuação, mas Douglas Rodrigues, em sneak, resolveu a situação e devolveu a liderança para a equipe. Maurício Faé converteu o ponto extra: Soldiers 13-7 Redlions.

O Redlions poderia ter retomado a liderança na campanha seguinte: com avanços de Joaquin Granados, os catarinenses chegaram até a linha de 5 jardas, mas um fumble matou as esperanças de pontuação. E foi com apenas uma posse de bola que o Soldiers encerrava o terceiro quarto na liderança.

Foi apenas no último período que o Soldiers conseguiu o touchdown crucial: em corrida de 69 jardas de Guilherme Busanello – e posterior acerto de ponto extra de Maurício Faé -, a equipe abriu 20 a 7 e, com apenas uma chegada na redzone santa-mariense, mas sem sucesso, selou a vitória que lhe deu o título da Conferência Sul e o tão sonhado acesso à elite do futebol americano nacional.

Comentários estão fechados.