Elogios da ONU a programa da UFSM

Categorias Jornal A Razão

A Razão, 28/01/2017

Programa de acesso à educação que cria vagas na UFSM para refugiados e migrantes foi destacado no site da ONU (Foto: Migraidh / Reprodução / Facebook)Programa de acesso à educação que cria vagas na UFSM para refugiados e migrantes foi destacado no site da ONU (Foto: Migraidh / Reprodução / Facebook)

O Programa de Acesso à Educação Técnica e Superior da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) para Refugiados e Imigrantes em Situação de Vulnerabilidade foi destaque no site das Nações Unidas no Brasil (ONUBR).

Reportagem publicada na quarta-feira (25) relata que a iniciativa do Grupo de Ensino, Pesquisa e Extensão Direitos Humanos e Mobilidade Humana Internacional (Migraidh) da UFSM – que faz parte da Cátedra Sérgio Vieira de Mello na Universidade, projeto promovido pela Agência da ONU para Refugiados (Acnur) – vai permitir a refugiados e migrantes em situação de vulnerabilidade ter acesso a vagas em cursos de educação técnica e superior.

O tema já foi abordado em diversas reportagens da Agência de Notícias da UFSM, mais recentemente em 11 de janeiro, quando da divulgação, pelo Gabinete do Reitor, da resolução que institui o programa. As vagas do programa abertas são complementares, criadas para além das já existentes nos cursos, especificamente destinadas a refugiados e migrantes.

Para ingressar no programa, o solicitante deve ser refugiado reconhecido pelo Comitê Nacional para os Refugiados (CONARE) ou migrante em situação de vulnerabilidade — portador de vistos humanitário e permanente por razões humanitárias ou migrante ou solicitante de refúgio que preencha critérios de limite de renda.

 

 

Comentários estão fechados.