Estádio Presidente Vargas terá melhorias para jogos da Divisão de Acesso

Jornal A Razão, 07/02/2017, Esportes, Online e Impresso

Instalação de itens de segurança e pintura das arquibancadas estão no cronograma de trabalho

Baixada será revitalizada. Nova vistoria deve ser solicitada aos Bombeiros até o fim da semana. - Foto: Deivid Dutra/A Razão
Baixada será revitalizada. Nova vistoria deve ser solicitada aos Bombeiros até o fim da semana. – Foto: Deivid Dutra/A Razão

Faltando pouco menos de um mês para receber o primeiro jogo oficial pela Divisão de Acesso 2017, o Inter-SM está organizando a casa. Ou melhor, o estádio. O alvirrubro fará sua primeira partida diante do seu torcedor contra o Guarany de Bagé, no dia 12 de março. Será a sua segunda partida pela competição, já que a estréia no campeonato será contra o Aimoré, no dia 5 de março, no Estádio Cristo Rei, em São Leopoldo.

A diretoria trabalha com melhorias na infra-estrutura para que não haja imprevistos e correrias que impeçam a Baixada de receber os jogos.

Conforme o vice-diretor de patrimônio, José Adelar Tâmbara, afirma que estão sendo adequações de um novo projeto que foi aprovado junto ao Corpo de Bombeiros, além de mais algumas melhorias.

“Como exigências para liberação do estádio, instalamos telas de proteção na arquibancada da geral, corrimão na saída das cabines de imprensa, e pára-raios. Ainda este mês, vamos pintar o estádio interna e externamente através de uma parceria com um patrocinador”, planeja o dirigente que deve solicitar uma vistoria para os Bombeiros até o final desta semana.

Construído em 1943, o Estádio Presidente Vargas tem capacidade para 6.554 pessoas. Até 2013, o local tinha autorização para receber até 12 mil pessoas. A redução se deu após vistoria dos bombeiros, e o clube ter realizando todas as reformas para atender aos requisitos da FIFA, como, por exemplo, a criação de portões com saída para o gramado e quatro novos portões de entrada/saída para dar vazão ao estádio.

Retomada aos treinos - Após o amistoso do último sábado, o elenco teve um descanso no domingo e voltou às atividades ontem. Pela manhã, o grupo trabalhou na UFSM. Pela tarde, foi a vez de atividades físicas e táticas no Presidente Vargas. O grupo não contou com dois atletas que estão no Departamento Médico: o volante Téo, que sente dores no pé direito, assim como o lateral Max, que está com lesão no posterior da coxa esquerda. Os dois passarão por exames hoje a fim de verificar a gravidade das lesões. Nesta terça, o grupo tem atividades na UFSM e folga durante a tarde.

Comentários estão fechados.