São José falha nas finalizações e perde por 3 a 1 para a UFSM em Santa Maria

Categorias Jornal O Correio

Jornal O Correio, 07/05/17, Esportes, Online

A AABC São José encarou o seu adversário de igual para igual. Pena que falhou nas finalizações. A equipe da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) não perdoou e venceu por 3 a 1 o time cachoeirense. O jogo foi válido pela quinta rodada da primeira fase do Campeonato Estadual de Futsal da Série Bronze. Um público significativo compareceu na noite deste sábado, 6, no Ginásio do Corinthians, em Santa Maria.

Quadra pequena e pressão da torcida não amedrontaram o São José, que saiu perdendo na etapa inicial, gol de Mateus.  Os universitários fizeram a lição de casa e assinalaram o segundo gol, com Léo. O espírito esportivo deu lugar temporariamente à confusão. O Zequinha cachoeirense perdeu Júlio Benevides, expulso por uma suposta tentativa de agressão e vítima de um tapa desferido por um torcedor que estava do lado de fora da quadra, junto à rede de proteção.

O goleiro Super, do clube santa-mariense, também recebeu o cartão vermelho. O reserva Roque entrou às pressas. O jogou continuou marcado por muita pegada e, na etapa final, Diozer  fez o terceiro da UFSM. O time cachoeirense tentou a tática do goleiro-linha, com a participação de Diguinho. Serviu de consolo para o São José o golaço marcado por Índio, insuficiente para uma tentativa de reação.

“Nosso maior defeito foi não ter botado a bola para dentro. Tivemos mais posse de bola e fomos superiores. Os números comprovam. Precisamos acertar os detalhes”, desabafou o técnico do Zequinha, Augusto Brink, visivelmente contrariado c om a atuação da arbitragem que, segundo o treinador, prejudicou a sua equipe ao não marcar um pênalti legítimo.

Brink ainda esclareceu que a arbitragem não deu o cartão vermelho para um jogador da UFSM, que visivelmente cometeu uma indisciplina e merecia ser expulso. A direção do Zequinha aguarda a chegada do pivô Lucas Tanque, ex-jogador da Acafutsal que reforçará o elenco. No próximo sábado, 13, às 20h, a equipe voltará a jogar no Ginásio Derlizão, contra a equipe do Palmeiras (São Gabriel).

 

UFSM (3)
Super

Diozer

Fiapo

Jean

Carlos

Técnico: Gabriel Planke.

O elenco formou ainda com os jogadores Feijão, Max, Léo, Marcelinho, Raymar, Mateus, Dionatan e Pablo.

 

AABC SÃO JOSÉ (1)

Chimbinha

Índio

Conrado

Dioguinho

Thiago

Técnico: Augusto Brink.

O plantel teve também os atletas Cabeça Dottes, Juninho, Dió, Gadeia, Júlio Benevides e Dalvan.

 

CARTÕES VERMELHOS

Super (UFSM); Júlio Benevides (SJ)

 

NÚMEROS

O São José tem seis pontos em quatro partidas. Neste primeiro turno da primeira fase da Série Bronze, o time cachoeirense tem um jogo a menos, que deverá ser disputado contra o La Máquina Casual, em São Sepé.

Comentários estão fechados.