Grupo de catadores assina termo de responsabilidade com a Ufsm

Jornal Tribuna Da Produção, 23/08/2017, Online.

INCUBADORA SOCIAL

Agora é oficial. A Associação de Catadores de Materiais Recicláveis Palmeira Verde e o Movimento Nacional de Meninos e Meninas de Rua (MNMMR) assinaram o termo de compromisso com a Ufsm, para o desenvolvimento da Incubadora Social no município.

O documento foi assinado na noite de terça-feira (22), na escola Estadual Carimela Bastos, em um evento bastante prestigiado. Para o professor da Ufsm, Ascisio Pereira, o trabalho de extensão da Universidade com os catadores trará inúmeros benefícios. “É uma conquista importante, pois os catadores passam a ter mais dignidade de vida. Eles serão beneficiados com o conhecimento da Universidade, com melhorias na infraestrutura de trabalho, com articulação de um local adequado de trabalho e aquisição de uma prensa, facilitando as ações no dia a dia”.

O presidente da Associação Antônio Eloí considera que a parceria com a universidade a partir é uma oportunidade para os catadores melhorarem as condições de trabalho. “Esse projeto é uma oportunidade para os catadores têm de melhorar a qualidade de vida. Vamos agarra-la [oportunidade] com as duas mãos, e daqui a três anos poder caminhar com as próprias pernas”.

O projeto de Palmeira das Missões foi o único aprovado entre as 10 propostas apresentadas. A Incubadora terá a duração de 3 anos e beneficiará, inicialmente, 35 famílias, podendo esse número aumentar durante a duração do projeto. Em Palmeira das Missões as atividades são ministradas pela professora Neila Santini de Souza. O evento contou com a presença do diretor da Ufsm Rafael Lazzari, o vereador Cláudio Mineiro, o diretor-presidente do Cesurg Rafael Rosseto, além de representantes da 20ªCRE, 10ª CRA e movimentos sociais.

 

Comentários estão fechados.