Equipe de atletismo da UFSM está pronta para a primeira competição

Diário de Santa Maria, 25/04/2018, Geral, Online.

Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)
Atletas da UFSM partem em busca de medalhas neste final de semana

Reativada em outubro do ano passado para a disputa da Copa Unisinos, a equipe de atletismo da UFSM embarca na noite de quinta-feira para o seu principal desafio desde então. Nesses seis meses desde a volta, foram muitas novidades, como a parceria com o Exército, para que militares integrem o grupo, e a filiação à Federação Gaúcha e à Confederação Brasileira de Atletismo. Graças a isso, cerca de 15 atletas do time santa-marienses rumam a Porto Alegre em busca de medalhas no Campeonato Brasileiro Sub-23 neste final de semana.

No sábado e no domingo, na Sogipa, a equipe de Santa Maria disputa a competição em provas de corridas, de velocidade e distância, lançamentos de dardo e disco, saltos, entre outros. Para o professor Luiz Fernando Lemos, um dos coordenadores do projeto, as melhores chances serão revezamento 4x100m.

- É um grande desafio. Talvez seja o nosso primeiro, já em um nível muito grande, porque é um Brasileiro. Este ano temos muitas provas importantes, como os jogos universitários, o estadual, mas esta é a mais forte. Serão atletas de todo o Brasil, que possivelmente podem estar no Japão em 2020. Com certeza, as principais provas nossas estão relacionadas com a velocidade. O 4x100m é a prova que temos mais chances de chegar em uma final ou beliscar uma medalha, que seria o suprassumo para nós – avalia Lemos.

Uma das esperanças de medalha para Santa Maria é André Vargas de Sena, 21 anos. O acadêmico do 7º semestre de Educação Física da UFSM foi finalista dos Jogos Universitários Brasileiros (Jubs) no ano passado nos 100m rasos. Neste final de semana, ele compete com seus colegas no revezamento 4x100m e também nos 100m individual.

- A expectativa é enorme e a ansiedade também já está batendo. No ano passado, no Jubs, foi um pouco difícil, fiquei um pouco nervoso. Mas na hora de entrar na pista, tudo se vai. A gente olha para o lado na pista e vê atletas de elite, mas na hora de largar é tudo de igual para igual. É uma honra correr com atletas de ponta e de grandes clubes. Acho que dá para trazer um resultado satisfatório de lá – adianta Sena.

O Campeonato Brasileiro Sub-23 é realizado pela Confederação Brasileira de Atletismo, em parceria com a Caixa Econômica Federal.

Comentários estão fechados.