EDUCAÇÃO. Numa UFSM em recesso das aulas, a Seção Sindical Docente propõe ‘plenária universitária’

Blog Claudemir Pereira, 29/05/2018, Geral, Online

EDUCAÇÃO. Numa UFSM em recesso das aulas, a  Seção Sindical Docente propõe 'plenária universitária' - sedufsm-2

Reunião entre sindicatos aconteceu na noite de ontem, na Seção Sindical dos Docentes. Numa UFSM esvaziada, proposta de plenária

Por BRUNA HOMRICH (texto e foto), da Assessoria de Imprensa da Sedufsm

Refletir sobre o cenário político do Brasil e delinear ações de mobilização em Santa Maria. Esses são os objetivos principais da Plenária Universitária que ocorre nesta quarta-feira, 30 de maio, às 9h30, no Auditório B2 do prédio 17 (campus da UFSM em Camobi). A ideia é reunir os três segmentos que compõem a comunidade universitária – estudantes, docentes e técnico-administrativos em educação – para que, juntos, possam pensar em como a universidade pode se somar e fortalecer os movimentos nacionais de greve – a exemplo da greve dos caminhoneiros e dá já anunciada greve de 72 horas dos petroleiros.

Em reunião ocorrida na noite da última segunda-feira, 28, sindicatos como Sedufsm, Sinasefe e Atens destacaram a importância de que outras categorias solidarizem-se com a greve dos trabalhadores caminhoneiros e, para além, agreguem suas pautas de reivindicação. Dessa reunião surgiu a proposta da Plenária.

Gihad Mohamad, diretor da Sedufsm, lembrou que projetos como a Reforma Trabalhista precarizam a vida de todos, sendo importante, neste momento, encontrar pontos que unam os diversos setores da classe trabalhadora dispostos a fazer luta.

O vice-presidente da Sedufsm, João Gilli Martins, comentou sobre a necessidade de os setores combativos rechaçarem o discurso intervencionista observado em alguns locais, e também de encontrar pontos em comum entre as reivindicações dos caminhoneiros e da maioria da população…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Comentários estão fechados.