Veja para que serve o Enem além de selecionar alunos para universidades

G1 RS, 25/10/2013, Educação

Mais de 7,1 milhões de estudantes estão inscritos para fazer as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), neste sábado (26) e domingo (27). O número de inscritos é 24% maior que a edição anterior. Nos últimos anos, cada vez mais instituições federais de ensino superior aderiram ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que usa a nota da prova do MEC como processo seletivo, e outras universidades e faculdades adotaram o Enem como parte da nota de seus vestibulares.

O exame também é obrigatório para estudantes de escolas públicas interessados em bolsas de estudo parciais ou integrais em universidades particulares por meio do Prouni, bolsas de intercâmbio pelo Ciência sem Fronteiras e para universitários que querem financiar um curso superior pago por meio do Fies.

Além de estudantes prestes a ingressar na graduação, ou que já estão no ensino superior, o Enem ainda serve para que adultos que não completaram o ensino básico na idade certa possam conseguir o certificado de conclusão do ensino médio. Confira todas as funções do Enem:

Site do Sisu (Foto: Reprodução)

- Seleção para universidades
As notas do Enem são usadas para selecionar os candidatos para as vagas em universidades federais e outras instituições de ensino. As universidades podem usar o Enem como único método de seleção, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), ou fazer uma combinação entre as notas do Enem e seu vestibular próprio. O Sisu já recebeu a adesão da maioria das universidades e institutos federais e, em 2013, ofereceu cerca de 170 mil vagas nas duas edições do processo seletivo. Pelo menos 70 instituições devem usar, de alguma forma, as notas do Enem.

- Programa Universidade para Todos (Prouni)
Para disputar uma bolsa de estudos do Prouni, que varia de 50% a 100% do curso de uma instituição de ensino superior privada, o candidato precisa ter obtido nota mínima de 400 pontos no Enem, entre outros requisitos. Desde 2004, quando foi criado, o Prouni já ofereceu, até o primeiro semestre de Inscrições no site do Prouni foram abertas nesta quinta-feira (28) (Foto: Reprodução)2013, mais de 1,2 milhão de bolsas de estudo em cursos de graduação e sequenciais de formação específica.

- Financiamento estudantil (Fies)
Estudantes que concluíram o ensino médio a partir de 2010 e queriam solicitar o Fies devem ter feito Enem, caso contrário, não poderão solicitar o benefício. Não há nota mínima obrigatória. Estão isentos desta exigência os professores da rede pública de ensino. Pelo Fies é possível financiar os cursos de graduação bem avaliados junto ao MEC. A taxa de juros é de 3,4% ao ano para todos os cursos. Ele pode ser solicitado pelo estudante em qualquer etapa do curso e em qualquer mês. Em agosto deste ano, o governo afirmou haver assinado o milionésimo contrato do Fies.

- Ciência sem Fronteiras
O programa de intercâmbio do governo federal prevê oferecer, até 2015, 101 mil bolsas de estudo para intercâmbios no exterior destinado a alunos de graduação e pós. A partir de 2013, o Enem, antes usado de mandeira classificatória no programa, passou a ser obrigatório aos alunos interessados nas bolsas de estudo da graduação-sanduíche. Para participar, é preciso ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2009 e conseguido a média mínima de 600 pontos.  Os candidatos também são avaliados de acordo com seu aproveitamento acadêmico na universidade. Segundo balanço do governo divulgado em setembro, o Ciência sem Fronteiras já havia concedido aproximadamente 53 mil bolsas de estudos entre julho de 2011 e setembro de 2013.

- Certificação do ensino médio
Quem tem no mínimo 18 anos e não concluiu o ensino médio pode conseguir a certificação por meio do Enem. Neste ano, a pontuação mínima necessária subiu de 400 para 450 pontos em cada uma das áreas de conhecimento e 500 pontos na redação. Desde 2009, quando o Enem ganhou a função de conferir o certificado, o número de candidatos que solicitaram a certificação do ensino médio triplicou: foi de 197.991 naquele ano para 784.830 em 2013. Em 2010, foram 539.216 pessoas; em 2011, foram registradas 545.798. Em 2012, 638.176 pessoas tentaram usar o Enem para conseguir a conclusão do ensino médio.

Sobre as provas
O Enem é feito em dois dias de provas e tem no total 180 questões de múltipla escolha e uma redação. No primeiro dia (26 de outubro), as provas serão de ciências da natureza e humanas, cada uma com 45 questões. No domingo (27 de outubro), os candidatos serão avaliados em matemática e linguagens, cada uma com 45 questões, e também terão de fazer uma redação. Também nesse segundo dia é feita a prova de língua estrangeira, segundo a opção feita pelo participante no momento da inscrição.

Neste ano estão inscritos 7.173.574 candidatos, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep). O número de inscritos para a prova deste ano superou o recorde anterior, de 2012, que era de 5.971.290 pessoas.

Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados na página do Inep, no endereço eletrônico http://portal.inep.gov.br/enem, até o dia 30 de outubro de 2013. A data do resultado individual ainda não foi divulgada.

Comentários estão fechados.