O Planejamento Estratégico da Universidade Federal de Santa Maria é um conjunto de 45 objetivos a serem alcançados ao final do período de vigência do PDI 2016-2026, dispostos em um mapa estratégico com quatro dimensões. Cada objetivo possui indicadores, os quais serão utilizados para monitorar os resultados obtidos pela Universidade no decorrer do tempo. Nem todos os indicadores foram identificados durante o processo de elaboração do plano, de maneira que durante o período de execução do plano ainda haverá trabalho a ser realizado no sentido de identificar indicadores para medir os resultados institucionais.

O plano foi elaborado a partir das contribuições coletadas junto à comunidade, tendo como pano de fundo o Plano Nacional da Educação (PNE), o Plano Plurianual do Governo Federal (PPA) e os resultados de análises realizadas internamente na Instituição, como a Autoavaliação Institucional e a análise SWOT.

As contribuições da comunidade foram feitas a partir de um processo de consulta que tomou como base um conjunto de sete desafios institucionais, os quais foram definidos pela Comissão Central do PDI: 1-Internacionalização; 2-Educação inovadora e transformadora com excelência acadêmica; 3-Inclusão social; 4–Inovação, geração de conhecimento e transferência de tecnologia; 5-Modernização e desenvolvimento organizacional; 6- Desenvolvimento local, regional e nacional; 7–Gestão ambiental.

Além dos sete desafios instituicionais, o mapa estratégico está construído com base nos conceitos de dimensões ou perspectivas, previstas no Balanced Scorecard (BSC). As dimensões originais do BSC foram adaptadas para o contexto da UFSM e são as seguintes: i) Alunos e sociedade; ii) Processos, iii) Aprendizado e infraestrutura e iv) Sustentabilidade financeira.