Olhar para as estrelas pode ser poético, mas também pode ser educativo. Para estimular os ensinamentos da astronomia, ciência que trata do universo sideral e dos corpos celestes, o Planetário Professor José Mariano da Rocha Filho, da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), promove sessões para escolas da cidade e da região. Agora, todas as quintas-feiras, às 16h, o local terá uma sessão aberta ao público geral, segundo a diretora do espaço, Diana Sampaio.

O horário pode não ser o melhor para quem trabalha, mas Diana comenta que a ideia é apoiar a PoliFeira do Agricultor, que ocorre na Praça Santos Dumont (ao lado do Planetário), todas as segundas e quintas-feiras, a partir das 15h30min. Além disso, a diretora quer instigar os visitantes da PoliFeira a conhecerem o Planetário.

– Nós temos muitas visitas escolares, mas percebemos que muitas pessoas da comunidade acadêmica não conhecem o Planetário. Os alunos vêm de outras cidades, estudam, às vezes, até moram na UFSM, e se formam sem participar de ao menos uma sessão – observa Diana. 

O intercambista uruguaio Eduardo Tagliani, 22 anos, que estuda Agronomia na UFSM, foi ao Planetário na última quinta-feira. Natural de Paysandu, Tagliani diz que nunca tinha visitado um planetário. Ele gostou muito e disse que vai avisar a outros colegas para aproveitarem as sessões abertas ao público. E, o próprio uruguaio pretende voltar, pois foi informado que as sessões podem ser diferentes.

FINAIS DE SEMANA

Diana assumiu a diretoria do Planetário há cerca de dois meses e conta que estuda a possibilidade de abrir o espaço nos finais de semana. O maior problema para a diretora é ter servidores para atenderem nesses dias, porém, ela afirma que pretende deixar as sessões cada vez mais acessíveis ao público geral.

A lotação do Planetário é de 100 pessoas por sessão. Escolas devem fazer agendamento com dois de antecedência
Foto: Lucas Amorelli / New Co DSM

ESCOLAS PODEM AGENDAR VISITAS AO LOCAL

O Planetário da UFSM abre de segunda a sexta-feira para receber escolas. De acordo com a diretora, qualquer colégio que tenha interesse em visitar o local deve fazer os agendamentos com até dois dias de antecedência. O espaço tema capacidade para receber 100 pessoas por sessão.

No ano passado, o Planetário recebeu mais de 20 mil crianças, em cerca de 550 sessões. As visitas são gratuitas para as escolas cadastradas em um banco de carência (a lista está disponível na diretoria do local), ou podem ter o custo de R$ 1 por aluno, para escolas públicas, e de R$ 2 por estudante, para colégios particulares. 

MUSEU E EXPOSIÇÃO

O Planetário também conta com uma exposição sobre astronomia no hall, que apresenta dados sobre a formação do sistema solar e seus planetas. O espaço ainda tem o Museu de Astronomia, que está fechado para regularizações. Diana comenta que a diretoria trabalhar para reabrir o local até o final deste ano.

Público geral

– Quando: Quintas-feiras, 16h

– Quanto: R$ 4, para o público geral, e R$ 2, estudantes. Crianças até 5 anos e pessoas com mais de 60 anos são isentas

Escolas

– Quando: De segunda a sexta-feira, mediante agendamento prévio

– Agendamentos: (55) 3220-8226, de segunda a sexta-feira, das 8h ao meio-dia e das 13h às 17h

– Quanto: R$ 2 por aluno, para escolas particulares, e R$ 1 por aluno de escolas públicas. Alguns colégios têm carência e fazem a visita gratuitamente. A lista dessas instituições está disponível na diretoria do Planetário

Informações gerais

– Tempo da sessão: De 45 a 50 minutos

– Lotação: 100 pessoas por sessão

– Endereço: Praça Santos Dumont (dentro do Campus Camobi, próximo ao Espaço Multiuso)

– Mais informações: Pelo telefone (55) 3220-8226, de segunda a sexta-feira, das 8h ao meio-dia e das 13h às 17h.

Joyce Noronha Joyce Noronha - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.