mestrado doutorado w

Grupos de Pesquisa


O Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica (PPGEE) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) foi criado em 1974, com a oferta do Curso de Mestrado em Engenharia Elétrica.
Em 1994, realizou-se uma reestruturação do programa definindo novas políticas de ações com destaque para a qualificação do corpo permanente; definição de indicadores internos de produtividade e incentivo para publicações em periódicos relevantes internacionais.

Como resultado desta reestruturação, o PPGEE obteve seu primeiro conceito "B" no biênio 1996-1997, criando as condições exigidas para, em 1999, obter a recomendação favorável da CAPES para a implantação do primeiro Curso de Doutorado em Engenharia Elétrica do Estado do Rio Grande do Sul.
A partir de então, o programa vem constantemente evoluindo nas avaliações da CAPES, obtendo conceito “4” no ano de 2001, conceito “5” no ano de 2004 e conceito “6” no ano de 2013. Na avaliação quadrienal de 2017, avaliação 2013 – 2016, o PPGEE manteve-se nos Programas de Excelência – PROEX, com conceito “6”.
Atualmente, o programa é estruturado por Grupos de Pesquisa: CEESP – Centro de Excelência em Energia e Sistemas de Potência; GEPOC – Grupo de Eletrônica de Potência e Controle; e GEDRE – Iluminação Inteligente. As atuações dos grupos dão sustentação às quatros linhas de pesquisas do PPGEE:

  • 1. Eletrônica de Potência
  • 2. Controle Aplicado
  • 3. Sistemas de Energia
  • 4. Sistemas de Iluminação

Também foram criadas comissões específicas que auxiliam a operacionalização do programa, além do Colegiado: Comissão de Acompanhamento e Avaliação; Comissão de Bolsas; Comissão de Ensino e Orientação Acadêmica; Comissão de Gestão; e Comissão de Internacionalização. 

Para ilustrar o papel importante na formação de mestres e doutores, segue o número de defesas anuais do PPGEE desde sua criação:

  • Mestrado (285 defesas): 2017 - 32 defesas, 2016 - 28 defesas, 2015 - 26 defesas, 2014 - 20 defesas, 2013 - 20 defesas, 2012 - 18 defesas, 2011 - 11 defesas, 2010 - 8 defesas, 2009 - 16 defesas, 2008 - 12 defesas, 2007 - 8 defesas, 2006 - 11 defesas, 2005 - 6 defesas, 2004 - 10 defesas, 2003 - 3 defesas, 2002 - 8 defesas, 2001 - 5 defesas, 2000 - 5 defesas, 1999 - 4 defesas, 1998 - 4 defesas, 1997 - 5 defesas, 1996 - 3 defesas, 1995 - 2 defesas, 1994 - 2 defesas, 1993 - 3 defesas, 1991 - 1 defesa, 1989 - 1 defesa, 1988 - 3 defesas, 1987 - 2 defesas, 1986 - 1 defesa, 1985 - 1 defesa, 1984 - 1 defesa, 1983 - 1 defesa, 1982 - 1 defesa, 1981 - 1 defesa, 1979 - 2 defesas.
  • Doutorado (102 defesas): 2017 - 25 defesas, 2016 - 9 defesas, 2015 - 9 defesas, 2014 - 6 defesas, 2013 - 7 defesas, 2012 - 12 defesas, 2011 - 1 defesa, 2010 - 4 defesas, 2009 - 5 defesas, 2008 - 6 defesas, 2007 - 5 defesas, 2006 - 3 defesas, 2005 - 3 defesas, 2004 - 3 defesas, 2003 - 4 defesas. 

Cabe destacar o aumento significativo do número de defesas de doutorado em 2017, reflexo da maturação de seu corpo docente. Como consequência, teve-se um aumento expressivo de publicações em periódicos relevantes em 2017.

Tradicionalmente, o PPGEE também promove eventos técnico-científicos, com destaque para o SEPOC - Seminário de Eletrônica de Potência e Controle, ocorridos em 2000, 2005, 2008, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015 e 2017. Na 10º edição, ano de 2017, foi dado um passo importante com a internacionalização do evento, passando a ser chamado de SEPOC - Seminar on Power Electronics and Control.

No quesito solidariedade acadêmica, o PPGEE/UFSM se insere em uma nova condição dentre os Programas de Pós-Graduação consolidados, que resulta da comunhão de esforços, do pensar e fazer pós-graduação e pesquisa, de modo a constituir aos PPGs em fase de consolidação envolvidos, uma capacidade de tornarem-se mais aptos e firmes a enfrentarem os desafios internos e externos. Como um exemplo que demonstra este quesito cita-se o DINTER promovido pelo PPGEE/UFSM com a Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR), 2012 a 2017, com alta taxa de formação de alunos. Destaca-se a importância desse projeto com a UNIR, uma vez que o estado de Rondônia não possui nenhum PPG na área Engenharias IV. Com isso, o PPGEE/UFSM, na forma de instituição promotora, objetiva mediante a disseminação e produção de conhecimentos científicos e tecnológicos, a formação e a qualificação de profissionais capazes de atuar nos processos de criação, transformação e disseminação do conhecimento tecnológico na área de engenharia elétrica na região amazônica do Norte do País.

Além deste importante projeto, o PPGEE/UFSM, como programa consolidado, também participou da concepção e apoia o Doutorado Associado em Engenharia Elétrica da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), em Joinville, SC, aprovado pela CAPES em 2013 e em plena execução. O apoio do PPGEE ao Doutorado Associado em Engenharia Elétrica da UDESC se dá na forma de oferta de disciplinas por videoconferência assim como a participação de docentes do PPGEE/UFSM como coorientadores de discentes da UDESC.

A parceria com a UDESC também culminou com a aprovação do Programa de Cooperação Acadêmica (PROCAD) da CAPES, em 2014. A proposta contemplada é intitulada “Conversores Estáticos e Estratégias de Controle para Conexão de Sistemas Geradores Fotovoltaicos à Rede Elétrica”, tendo a UFSM como proponente e a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) como participantes. O PROCAD tem o propósito de promover o intercâmbio científico no país, por intermédio do envolvimento de equipes acadêmicas de diversas instituições de ensino superior e de pesquisa brasileiras, criando condições para a elevação geral da qualidade do ensino superior e da pós-graduação. O programa objetiva a formação de recursos humanos de alto nível, nas diversas áreas do conhecimento, através de projetos conjuntos de pesquisa de média duração

Um importante marco recente do PPGEE foi a aprovação do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Geração Distribuída de Energia Elétrica (INCT GD), aprovado na chamada INCT – MCTI/CNPq/CAPES/FAPs, iniciando suas atividades em 2017. A aprovação deste projeto demonstra a excelência das pesquisas realizadas no PPGEE, assim como o perfil de liderança dos grupos que compõem o Programa. A UFSM é a instituição-sede do Instituto, atuando na Pesquisa, Formação de Recursos Humanos, Transferência de Conhecimento para a Sociedade, Transferência de Conhecimento para o Setor Empresarial e para o Setor Público, e Internacionalização, nas diferentes linhas de pesquisa do Instituto. O INCT GD possui uma rede qualificada de cooperação nacional e internacional, que atuam efetivamente na área de geração distribuída de energia elétrica e fontes renováveis, contribuindo para desenvolvimento do País por Brasil por meio das pesquisas de referência e desenvolvimentos tecnológicos frente aos desafios de mercado.
Outro destaque na história do PPGEE, foi a criação do IEEE South Brazil Section Joint Chapter IAS/IES/PES/PELS e IEEE UFSM Student Branch em 2016, propiciando uma série de atividades (workshops, palestras, competições, missões de trabalho e estudo, visitas técnicas, entre outros). O IEEE UFSM Student Branch já conta com três capítulos: Industry Applications Society – IAS, Power & Energy Society – PES e Robotics and Automation Society – RAS, sendo os dois últimos criados em 2017.

O processo de inserção internacional também está no plano estratégico do PPGEE, onde várias ações foram e continuam sendo implementadas para que as metas de internacionalização sejam alcançadas de forma contínua e crescente. Dentre elas se destacam: convênios e projetos de cooperação internacional; publicações conjuntas com coautores estrangeiros; doutorados sanduíches; professores visitantes no exterior e no Brasil; missões de trabalho e estudo no exterior e Brasil; alunos estrangeiros no PPGEE; participação em coorientações e bancas; entre outros.

A seguir são detalhados sucintamente alguns convênios e projetos realizados:

  • execução de projeto de cooperação internacional CAPES/DGU entre o PPGEE e a Universidad de Oviedo (Espanha), sendo realizadas inúmeras missões de estudo e trabalho, tanto no Brasil quanto na Espanha, resultando na publicação de mais de 15 artigos em periódicos internacionais indexados pelo JCR, além de orientações conjuntas de mestrado e doutorado;
  • no âmbito da América do Sul, foi executado projeto de cooperação internacional CAPES/CAFP-BA, para a qualificação e fortalecimento da pós-graduação da UNAM (Argentina) e PPGEE/UFSM, com diversas missões de estudo e trabalho entre docentes e discentes brasileiros e argentinos, que além da publicação de trabalhos está resultando na formação de mestres da Argentina com dupla titulação;
  • participação ativa em programas e projetos de mobilidade acadêmica. Como exemplo, a seleção de alunos estrangeiros para realização de mestrado pleno no PPGEE por meio do edital OEA/GCUB.

Tanto o INCT GD como o IEEE South Brazil Section Joint Chapter e IEEE UFSM Student Branch contribuíram para intensificar as ações de internacionalização do PPGEE, resultando no reconhecimento internacional com o prêmio Outstanding IAS SB Chapter na categoria de New Chapter, 2017. Outra conquista, foi a escolha do PPGEE para promover o congresso internacional IEEE PES Innovative Smart Grid Technologies Latin America - ISGT LA 2019, na cidade de Gramado, RS.

Pin It