O PPGOP está focado na qualificação profissional de servidores e empregados públicos, tendo sua primeira turma ingressado no ano de 2011. Desde então, tem-se mantido uma oferta regular de turma anual, que tem proporcionado a integração com diferentes setores públicos da sociedade, com destaque para a UFSM por sua natural proximidade com o PPGOP.

Um primeiro indicador a ser considerado diz respeito à origem dos alunos e egressos de nosso mestrado. Especificamente, pode-se apontar, em cada turma, a representatividade de órgãos públicos da sociedade que se faziam presentes:

1ª Turma - 18 formados (14 UFSM, 1 Receita Federal, 1 INSS, 1 Prefeitura de Santa Maria, 1 Unipampa);

2ª Turma - 19 formados (13 UFSM, 1 INSS, 1 Prefeitura de Panambi, 1 Prefeitura de Jóia, 1 Secretaria de Educação do RS, 1 Prefeitura de Bagé, 2 Unipampa);

3ª Turma - 18 formados (13 UFSM, 1 Prefeitura de Santo Angelo, 1 Prefeitura de Passo Fundo, 3 Unipampa, 1 IFFarroupilha, 1 Prefeitura de Santa Maria, 1 CTISM);

4ª Turma - 18 Matriculados – elaborando os trabalhos de conclusão (11 UFSM, 1 Exército Brasileiro, 4 Unipampa, 1 IFFarroupilha, 1 CTISM).

5ª Turma – 9 alunos – em elaboração e defesa de trabalhos de conclusão (1 Polícia Militar do RS, 3 UNIPAMPA, 5 UFSM)

6ª Turma (2016) – 21 alunos em crédito (10 alunos da UFSM, 3 alunos da Unipampa, 1 alunos da Brigada Militar, 04 alunos de prefeituras, 02 alunos de Institutos Federais, 2 Exército Brasileiro)

7ª Turma (2017) – 30 alunos ingressantes até o presente momento ( 15 alunos/servidores da UFSM; 01 aluno da Prefeitura de Canoas; 02 alunos/servidores da Prefeitura de Santa Maria, 01 aluno/servidor da Prefeitura de Dilermano de Aguiar; 01 aluno/servidor da Prefeitura de Cachoeira do Sul, 01 aluno/empregado público do SINE/Santiago; 03 alunos/servidores da UNIPAMPA; 02 alunos/servidores do IFFarroupilha; 02 alunos/servidores do Hospital Universitário, 01 aluno/servidor da UERGS; 01 alunos/servidor da Receita Federal

Além desses, atendendo à demanda específica da UFSM, a quarta turma recebeu, ainda o ingresso de 20 servidores lotados do Centro de Ensino Superior Norte, divididos nas cidades de Frederico Westphalen e Palmeira das Missões. Tal grupo ingressou no segundo semestre letivo de 2014, de forma a não sobrecarregar a turma regular, cujo ingresso ocorreu no primeiro semestre letivo. Essa turma terminou o curso, em sua totalidade, no ano de 2016.

Em razão das diferentes instituições de origem dos alunos, pode-se evidenciar que a integração com a sociedade tem acontecido a partir da relação da organização de origem do servidor com a UFSM por meio do PPGOP e de seu corpo docente. A participação de servidores da UFSM ainda é a mais expressiva, mas tem-se também a presença de servidores das demais esferas de gestão pública, o que vai, aos poucos, garantindo a maior integração com a sociedade.

Outro indicador de integração que também tem sido buscado está na presença de membros de órgãos públicos externos à UFSM em atividades promovidas pelo PPGOP, de tal forma que se possam conhecer diferentes realidades, estreitar vínculos, discutir diferentes perspectivas e refletir sobre possibilidades alternativas de gestão. Tais participações ocorreram tanto em bancas de defesa de dissertação quanto em seminários e/ou palestras, conforme abaixo:

Tais eventos reuniram um elevado público - alguns deles com mais de 400 participantes - proporcionando um importante espaço de integração com a sociedade, bem como ampliação da visibilidade e do alcance do PPGOP. Tais iniciativas já repercutem na relação candidato/vaga que no processo seletivo 2017 registrou um expressivo incremento no quantitativo (4 por 1), além da ampliação da área de alcance do curso, com a presença de candidatos oriundos das diferentes regiões do RS e não apenas da região de Santa Maria, como ocorreu nos anos anteriores (atualmente o curso conta com vários alunos oriundos da região metropolitana de Porto Alegre). Este é um indicador que também tem sido usado para balizar ações relativas à integração com a sociedade: a região de origem dos candidatos ao curso, assim como dos egressos diplomados. Dado que se pretende que o PPGOP/UFSM assuma a posição de liderança na formação profissional na área de gestão pública, é fundamental que se tenha, cada vez mais, a aproximação com diferentes regiões do estado e do país.