Histórico

O Curso de Química Licenciatura teve sua origem atividades sediadas na Faculdade Agregada de Filosofia, Ciências e Letras, criada pela Lei Federal n° 3958, de 13/09/1961.

Em 1969, uma atualização curricular permitiu a reestruturação e passou a ser denominado Curso de Química, o qual atribuía o grau de Licenciatura em Química, mas incluía as matérias de cunho tecnológico também.

O processo n° 37854/74 alterou sua nomenclatura para o curso de Química Industrial em 1974.

Em 1975 através do parecer 2.056/75 CFE atendendo política do MEC o curso de Química Licenciatura passou a existir como Curso de Ciências – Licenciatura Curta. Atendendo as áreas de Química, Física e Biologia, e para ter o grau de Licenciatura Plena, o aluno escolhia uma destas áreas para consolidar o curso.

Em 1979 o curso voltou novamente a existir como Curso de Licenciatura Plena em Química.

A fim de atender as novas diretrizes da educação, o curso passou a sofrer um processo de reformulação curricular em 1996, o qual foi implantado em 1997, como Química Licenciatura.

Em 2004, um novo projeto político pedagógico foi implementado baseado nas diretrizes curriculares nacionais para a formação de professores da Educação Básica para os Cursos de Licenciatura em Química. (Resolução CNE/CP 1, de 18 de Fevereiro de 2002, Resolução CNE/CP 2, de 19 de Fevereiro de 2002 e Resolução CNE/CES 8, de 11 de Março de 2002).