Santa Maria/RS | 14/09/2010
11
 

02

Clique para ampliar Clique para ampliar Clique para ampliar Clique para ampliar Clique para ampliar Conexão UFSM - Revista Digital  
   
     
 

[ 01 ]

Início da revista

[ 02 ]

Papel de parede | M. Oliveira

[ 03 ]

Editorial | G. Piber

[ 04 ]

Palavras e impressões | A. Ribeiro

[ 05 ]

Ofício d’arte | M. Jacques

[ 06 ]

Reportagem | G. Piber

[ 07 ]

Antes que a história... | J. Pizarro

[ 08 ]

Meu olhar | J. Alan

[ 09 ]

Paralelo transitório | V. Beltrame

[ 10 ]

Registro histórico | M. Oliveira

[ 16 ]

Do impresso... | Revista do CT

[ 17 ]

Registros sonoros

[ 24 ]

Do arquivo... | Os Reitores da UFSM

[ 25 ]

Conexão na mídia

[ 26 ]

Expediente

 

Registro Histórico, por Milton Oliveira

História | por Milton Oliveira e Roberto Montagner

A criação da Universidade de Santa Maria

[ Registro Histórico levado ao ar no Conexão UFSM em 16/08/2010 ]

Em fins de novembro de 1960, o professor José Mariano da Rocha Filho, presidente da ASPES, Associação Santamariense Pró-ensino Superior, viajou para Brasília, pois desejava inteirar-se a respeito da fase final de tramitação do Projeto de Lei nº 3.834-C, que criava a Universidade de Goiás e a Universidade de Santa Maria.

O projeto de lei fora aprovado pelo Congresso Nacional e já estava no gabinete do presidente da República para assinatura. A cerimônia foi marcada para o dia 18 de dezembro de 1960, no Palácio das Esmeraldas, sede do governo de Goiás.

De Santa Maria, foi formada uma comitiva para acompanhar a sanção da lei: Dom Luiz Victor Sartori, bispo diocesano; professor Mariano da Rocha, presidente da ASPES; dr. José Dutra, juiz de Direito; Miguel Sevi Viero, prefeito municipal; Robinson Flores, diretor do jornal A Razão; Antonio Abelin, representante da Câmara de Vereadores; e um

Clique para ampliar

Mariano comemora criação da USM
© 1960 - Depto. de Arquivo Geral/UFSM

Clique para ampliar a imagem


representante dos alunos das escolas de ensino superior de Santa Maria.

Em seu discurso, após a assinatura da lei, o presidente Juscelino Kubitschek destacou que “no Brasil não temos colonialismo. Este ato representa o desejo do homem de nosso hinterland, que, como seus irmãos das grandes cidades, deseja disputar o aprendizado de nível superior.” O professor Mariano da Rocha afirmou que “trata-se, efetivamente, de um passo decisivo no setor cultural, tão desenvolvido em Santa Maria. A federalização das universidades de Goiás e de Santa Maria é o testemunho do carinho do presidente pelas aspirações da mocidade estudantil brasileira”.

A caneta de ouro que o presidente Juscelino utilizou para assinar a lei foi oferecida pelos funcionários das Faculdades de Farmácia e de Medicina de Santa Maria, e encontra-se hoje no Museu Gama D’Eça, da UFSM.

Ouvir agora:

Download:

baixar mp3 para seu computador

© Arquivo Rádio Universidade/UFSM

Leia também: A instalação da Universidade de Santa Maria; O primeiro quadro de pessoal; O Reitor José Mariano da Rocha Filho; O projeto da Cidade Universitária

Capa desta edição Voltar à página anterior Voltar ao início da página Próxima página

 
     
 

UFSM 50 Anos

Revista digital do Conexão UFSM, programa da Rádio Universidade AM

Projeto associado às comemorações do cinquentenário da Universidade Federal de Santa Maria

Editores: Gilson Piber e Milton Oliveira

Contatos: formulário on-line ou conexaoufsm@yahoo.com.br

 

WebProduto Brasileiro