Ler junto é o melhor estímulo para crianças

CompartilheFacebookTwitterGoogle+tumblrPinterestEmail

A leitura infantil é algo que vai além do público-alvo. As crianças dependem de alguém para a iniciação no mundo literário. Os pais devem se esforçar para formar filhos leitores e não simplesmente delegar à escola essa responsabilidade. É importante incentivar as crianças à leitura de uma maneira leve e nunca como algo imposto.

superior

Crianças também possuem lugar garantido na Feira do Livro de Santa Maria

O incentivo

Uma maneira interessante de incentivar as crianças a gostarem dos livros é aproximá-los do mundo da leitura. Foi o que muitos pais fizeram ao levar os filhos à edição 2013 da Feira do Livro.

Dillon Bitencourt, militar aposentado, ao passar pela Feira levou seu filho de 9 anos ao local. Segundo ele é uma boa maneira de incentivar seu filho a gostar de ler, já que, quando era criança, também foi estimulado por seus pais quando era levado às bibliotecas. “Não basta ter o incentivo da escola, os pais também têm que fazer algo”, afirmou Dillon.

Outro exemplo foi dado pela professora da 5º série da Escola Walter Jobim, Jacira Silva. Ela nos contou que, na escola onde leciona, é costume levar os alunos uma vez por semana na biblioteca. Depois dos alunos escolherem algo para ler é proposto que eles façam resumos acerca da história e personagens. “Procuro livros que tenham uma moral, algo a ensinar, valores, fábulas que tenham uma mensagem”, acrescentou Jacira.

O projeto

Dentro da Feira do Livro em Santa Maria ocorrem programações específicas para o público infantil. Entre essas programações há o espaço do SESC Criança para que o público infantil possa se divertir enquanto os pais percorrem a feira.

O SESC oferece espaços alternativos de leitura e está presente em mais de 30 cidades gaúchas nas Feiras de Livros e oferecem, de forma gratuita e democrática, uma gama de programações culturais complementares à literatura.

O espaço criado na Feira do Livro de Santa Maria neste ano de 2013 possui o tradicional “caminhão infantil”. O ambiente foi criado para a interação com as crianças, pais e escolas. No local, há notebooks, almofadas, colchonetes e mais de 4.000 títulos expostos, entre livros, jornais e revistas.

A importância
Os espaços culturais oferecidos ao público mais novo são de extrema importância já que o mercado editorial brasileiro tem grandes problemas quanto à distribuição de livros. O acesso devido ao preço e local complica a situação da construção intelectual das crianças, porque algumas delas não frequentam a escola por situação financeira, ou ainda, muitas vezes as escolas não possuem bibliotecas. Além disso, o livro infantil tem um preço mais elevado ainda dos que os voltados para o público adulto, devido ao uso de várias imagens e papel diferenciado.

Feira do Livro Infantil

Saiba mais:
A praça é das crianças
Livros infantis entusiasmam pequenos leitores 
Incentivo de novos poetas
O SESC na Feira do Livro de Santa Maria 

 

Texto e imagens: Andressa Spencer e Lóren Carvalho

CompartilheFacebookTwitterGoogle+tumblrPinterestEmail
468 ad