IV- USO APROPRIADO DO INSTRUMENTAL CIRÚRGICO

1- BISTURI

Existem alguns métodos para segurar um bisturi, dependendo muito onde e como vai ser usado:
a) Como uma faca, onde o dedo indicador posiciona-se sobre a porção dorsal posterior da lâmina, com a finalidade de controlar a pressão dessa sobre o tecido a ser enfocado. Usar esta posição para as incisões de pele e de tecidos mais duros. b) Como um lápis, podendo dessa maneira ser manipulado pelos dedos sem movimentar o pulso. Usado para dissecação e incisões delicadas, onde não há necessidade de pressão sobre o tecido a ser incisado. c) Para limpeza ou afastamento do tecido gorduroso ou aponeurose, ou ainda dissecação sobre estruturas, o bisturi é manipulado em ângulo oblíquo em relação aos tecidos.
Uso em Golpe Segurando como a um lápis. Segurando de forma oblícua.

Exemplos de como segurar o bisturi.


Cabos de bisturi


Maneira correta de trocar a lâmina do bisturi
Tirando a lâmina do envólucro.

Lãminas e seus respectivos cabos.
Cabo 4 Lãminas para cabo 4. Cabo 3 Lãminas para cabo 3.

Bisturi elétrico
Bisturi elétrico em uso.

2- PINÇA DE DISSECAÇÃO (com e sem dentes – Cushing - Hadson).

Estas pinças são seguras entre o polegar e os 2o e 3o dedos. Existem muitos tipos dessas pinças, e elas devem ser usadas nos tecidos para os quais foram feitas. Como exemplo, a pinça de dissecação com ponta delicada não deve ser usada na pele.


Hadson sem dente


Hadson com dente

Cushing com dente

Cushing sem dente
Como segurar a pinça de Cushing.
Cushing com e sem dente: comparativo.

3- PINÇAS DE TECIDOS, HEMOSTÁTICAS E TESOURAS

Todos os instrumentos com alças são empunhados da mesma maneira. O dedo polegar e o 4o dedo são colocados e ajustados nas alças, o 2o dedo (indicador) é usado perto ou acima da articulação e serve, junto com o 3o dedo, para estabilizar e direcionar o instrumento.
Maneira correta de segurar Devem abranger somente o vaso sangrante e incluir o mínimo possível de tecido adicional. O assistente deve segurar a pinça com a ponta voltada em direção ao cirurgião, de maneira que o vaso possa ser facilmente ligado. Após o primeiro nó ser feito e estar sendo apertado, a pinça hemostática é removida de maneira a permitir que o nó seja apertado por completo e possa ser feito o 2º nó.

Pinças hemostáticas traumáticas. Piças hemostáticas traumáticas.


Exemplos de pinças.
Pinça de Pean. Pinça de Pean. Pinça de Kelly.
Pinças de Halsted. Tipos de pontas de pinças de Halsted. Halsted com ponta reta. Halsted com ponta curva.
Se não souber identificar, passe o mouse em cima da imagem.
Este tipo de pinça é usado para ocluir a circulação em grandes vasos.
O vaso deve ser pinçado o suficiente para oclusão do fluxo sangüíneo, de maneira a minimizar o trauma vascular.

     Detalhes das pinças não traumáticas. Pinça de Mixter. Pinça de Mixter.
Devem ser usadas nos tecidos para os quais foram planejadas de maneira a minimizar o trauma. Por exemplo, a pele não deve ser pinçada com pinças de Allis, que devem ser usadas em tecidos mais moles.
     Detalhes da pinça de tecidos.      Detalhe de ponta da pinça de Kocker. Detalhe de ponta da pinça de Kocker. Maneira de segura a pinça.
As tesouras são destruídas rapidamente quando usadas para outros fins que não os aconselhados.
As tesouras para cortar fios cirúrgicos geralmente são tesouras retas ponta reta romba, e devem ser usadas para fios que não arames ou metálicos. As tesouras para cortar fios metálicos são especiais e menores que as cirúrgicas. Para cortar fios cirúrgicos, abrem-se pouco as lâminas, que deslizam sobre as pontas a serem cortadas e viradas levemente antes das lâminas cortarem o fio. O tamanho do fio cortado vai depender do grau de rotação da tesoura.
Tesouras para tecidos devem ser usadas sempre que se possa ver o tecido entre suas lâminas.
Tesouras para dissecação romba, inserir as lâminas fechadas e abri-las, separando os tecidos.

Conjunto de tesouras
Conjunto de tesouras.Conjunto de tesouras.

Partes de uma tesoura.
Partes da tesoura.
Pontas de tesouras
Pontas de tesouras.
Ponta rombaTesoura reta com ponta fina.Tesoura curva com ponta romba.Tesoura reta, ponta romba.


Exemplos de tesouras.
Tesouras de fio e bandagem.


Maneira correta de segurar as tesouras.

Exemplos de uso.
Corte de peritoneo com curva Corte de peritoneo com curva Corte de peritoneo com curva Corte de músculo com curva. Corte de músculo com reta.

4 - RETRATORES ou AFASTADORES

Os retratores são usados para se abrir as cavidades de acesso à manipulação cirúrgica.
Podem causar lesões muito grandes nos tecidos, se usados impropriamente. A força excessiva aplicada a um retrator é um substituto muito pobre para uma incisão inadequada.
Afastadores mais usados.


Uma compressa embebida em solução salina morna deve ser usada entre o retrator e os tecidos, de maneira a proteger as bordas de uma incisão abdominal ou torácica.

Maneira correta de proteger as bordas para colocação do afastador.
Colocação da gaze protetora. proteção para colocação do afastador.


Afastador de Farabeuf - manual.
Afastador de Farabeuf. Farabeuf em uso. Farabeuf em uso. Farabeuf em uso.

Afastador de FINOCHIETTO (autoestático)
Afastador de Finochietto. Afastador de Finochietto. Afastador de Finochietto.
Afastador de Finochietto. Como usar o afastador de Finochietto. Como usar o afastador de Finochietto.

Afastador de Weitlaner (autoestático)

Afastador de Weitlaner. Afastador de Weitlaner. Afastador de Weitlaner.
Afastador de Weitlaner. Afastador de Weitlaner. Afastador de Weitlaner. Afastador de Weitlaner.
Afastador de Weitlaner. Afastador de Weitlaner. Afastador de Weitlaner.

Afastador de Gosset (autoestático)
Afastador de Gosset. Afastador de Gosset. Afastador de Gosset. Afastador de Gosset.

5- PORTA AGULHAS

As agulhas curvas devem ser colocadas na ponta do porta agulha, a uma distância de um quarto do fundo da agulha. Não se usam porta-agulhas com agulhas retas. Quando são usados para fazer os pontos ou para atar os nós cirúrgicos, devem ser seguros como tesouras ou na palma da mão, sem os dedos nas alças.
Partes: alça ou empunhadura, catraca ou cremalheira, articulação e ponta.

Porta agulhas
Tipos de porta agulhas.

Porta agulhas de Mathieu
Porta agulhas de Mathieu. Porta agulhas de Mathieu (cremalheira). Porta agulhas de Mathieu com agulha.

Porta agulhas de Mathieu. Ponta. Porta agulhas de Mathieu. Cremalheira. Porta agulhas de Mathieu. Cremalheira. Porta agulhas de Mathieu. Cremalheira.

Holsen-Hegar - porta-agulhas e tesoura.
Porta agulhas de Olsen-Hegar. Porta agulhas de Olsen-Hegar. Porta agulhas de Olsen-Hegar. Lãmina e ponta. Porta agulhas de Olsen-Hegar. Ponta. Porta agulhas de Olsen-Hegar. Detalhe.

Holsen-Hegar - porta-agulhas e tesoura.
Porta agulahas de Hegar. Porta agulahas de Hegar. Porta agulahas de Hegar. Porta agulahas de Hegar.

6- APARELHO DE ASPIRAÇÃO

Geralmente usados para aspirar o sangue do campo cirúrgico, sendo um problema comum a presença de coágulos em sua ponta. Isto é prevenido irrigando-se o campo operatório com solução salina e aspirando-a no início da cirurgia e periodicamente durante a mesma.
É usado para aspirar a solução fisiológica usada para a lavagem final da ferida cirúrgica, drenagem de líquido fisiológico ou patológico em cavidades.

7- AGULHAS DE SUTURA

      Caixa de agulhas. Fundo
1. Sem fundo - a fio é inserido dentro da agulha - este tipo é chamado de atraumática. Quando existe agulha em ambas extremidades do fio é chamado de dupla.
2. Fundo regular, alongado
3. Fundo quadrado
4. Fundo arredondado
5. Fundo de Benjamim
6. Fundo francês, em garfo ou falso - quando o fio pode ser inserido por pressão, sem ser enfiado.

     Tipos de fundos de agulhas.
Corpo
O corpo é classificado de acordo com o formato de sua secção, que pode variar nos diferentes pontos da agulha. Podem ser, redondos, ovalados, triangulares, em forma de losango, etc.
Curvatura - podem ser:
  • Retas
  • 3/8 de círculo
  • Meio círculo
  • 5/8 de círculo
  • Meia curva
  • Dupla curvatura
  • Semi-reta.



  •      Corpo de agulhas.

         Tamanhos de agulhas

    Corpo e Pontas
    As pontas devem ser arredondadas, em forma de trocarte,com corpo cortante triangular, cortante reverso, cortante lateral, redonda com ponta romba (para fígado), ponteaguda cortante. As cortantes são chamadas de traumáticas e as não cortantes de atraumáticas.

    Ponta. Ponta. Ponta.
         Corpo e pontas de agulhas.


    Corpo, afilamento e Pontas
    Agulha afilada. Agulha afilada. Agulha convencional. Agulha com corte.

    Exemplos de agulhas.
    Tamanhos originais de agulhas.

    Agulha com fio. Agulha grande.

    Meio curva.Agulha em S Agulha para viscera oca.